- PUBLICIDADE -

Itajaí forma 60 terapeutas comunitários integrativos

Objetivo é que profissionais promovam rodas de conversas e atividades nas unidades de saúde

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

PagAuto vende seu veículo em 50 minutos: em BC, Itajaí e Floripa

Na PagAuto seu veículo é vendido com avaliação profissional e pagamento na hora em uma negociação 100% segura

Itajaí forma 60 terapeutas comunitários integrativos
Divulgação

O Município de Itajaí, por meio da Secretaria de Saúde e da coordenação de Saúde Mental, formou nesta quinta-feira (20) a primeira turma de Terapeutas Comunitários Integrativos. Ao todo, 60 profissionais de saúde concluíram o curso de qualificação e poderão promover atividades e rodas de conversa nas unidades básicas de saúde. O objetivo da terapia é criar espaços de acolhimento dos pacientes em sofrimento psíquico, estimulando a troca de experiências entre as pessoas.

“Na Terapia Comunitária Integrativa, a troca de experiências tem como objetivo valorizar as histórias pessoais para que ocorra um resgate da identidade do paciente, a restauração da autoestima e da autoconfiança, bem como a ampliação da percepção para conseguir resolver seus problemas”, informa a coordenadora de Saúde Mental do município, Carla Hütner.

O curso de Terapia Comunitária Integrativa iniciou outubro em 2016, em parceria com o Polo Formador de Terapeutas Comunitários (Caifcom), para qualificar os profissionais da rede de Saúde e Assistência Social, disponibilizando novas ferramentas de trabalho com a comunidade. Durante a formação, foram feitas 575 rodas de conversa em unidades de saúde do município, beneficiando 7.253 pessoas.

“Não tinha ideia do quão significativa essa formação seria na minha vida pessoal e profissional. A terapia comunitária me ajudou a ter um novo olhar para o outro, ver sua plenitude, seus sofrimentos, sua história e aprender a ter uma escuta ativa, sem julgamentos. Os benefícios da terapia são recíprocos, tanto para quem participa da roda quanto para quem faz a roda, e as transformações são bastante visíveis”, pontua a educadora social, Michelle Marques Peixer.

Com a conclusão da formação, a intenção da Secretaria de Saúde de Itajaí é ampliar a oferta de grupos de terapia comunitária nas unidades de saúde e fortalecer ainda mais as redes sociais solidárias. Essa prática já é utilizada por diversos municípios do país e, neste ano, foi incluída pelo Ministério da Saúde na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares, do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Comecei a fazer o curso muito frágil e sensível e a formação me ajudou muito a dar valor para coisas que tenho e a controlar as emoções. Acho muito importante dar continuidade à terapia em grupo nas unidades de saúde, porque isso vai ajudar muito a população e os próprios profissionais”, relata a agente comunitária de saúde, Elaine Cristina Nunes.

Foram capacitados para atuar como terapeutas agentes comunitários, enfermeiros e médicos, técnicos de enfermagem, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, entre outros profissionais da rede pública, que poderão interagir com a comunidade para ajudá-los a desenvolver recursos, competências e estratégias para criar soluções para suas dificuldades. O evento de conclusão do curso ocorreu nesta quinta-feira no Auditório da Prefeitura Municipal de Itajaí.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.