Vigilância Epidemiológica de Itajaí alerta para transmissão de leptospirose durante enxurradas

Doença é transmitida pela urina do rato, que pode se misturar à água da chuva e à lama

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Divulgação

Em função das fortes chuvas registradas em Itajaí, a Diretoria de Vigilância Epidemiológica e o Núcleo de Controle de Zoonoses alertam a população para a possibilidade de transmissão da leptospirose. Essa doença infecciosa é muito perigosa e pode ser mais facilmente transmitida em situações de enxurradas e alagamentos.

A transmissão da leptospirose ocorre através da urina contaminada dos ratos. Durante as enxurradas, essa urina, geralmente presente nos esgotos e bueiros, pode se misturar à água da chuva e à lama e acabar penetrando no corpo humano pela pele, principalmente se tiver alguma lesão. Os animais domésticos também podem se contaminar e servir como fonte de infecção.

Os sintomas da leptospirose são: febre, dor de cabeça, dores no corpo, principalmente nas panturrilhas, podendo também ocorrer icterícia (cor amarelada). Se o morador apresentar alguns desses sintomas dias após o contato com inundações ou alagamentos, deve procurar imediatamente a unidade de saúde mais próxima de sua residência. Também é importante relatar ao médico que teve contato com a água ou lama contaminada. A leptospirose é uma doença grave e pode levar à morte.

Medidas de prevenção:

-Evite contato com água ou lama de alagamentos e não deixe que crianças brinquem no local.

-Use botas e luvas quando trabalhar em áreas com água possivelmente contaminada.

-Pessoas que trabalham na limpeza de lama, entulho e esgoto devem usar botas e luvas de borracha para evitar o contato da pele com água e lama contaminadas. Se isso não for possível, usar sacos plásticos duplos amarrados nas mãos e nos pés.

-Quando as águas baixam é necessário retirar a lama e desinfetar as casas, sempre se protegendo com luvas e botas. O chão, paredes e objetos devem ser lavados e desinfetados com água sanitária, na proporção de dois copos (400 ml) do produto para um balde de 20 litros de água, deixando agir por 10 minutos.

-Jogue fora os alimentos e medicamentos que tiveram contato com a água dos alagamentos.

Fonte: DIVE/SC

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -