Vacina contra a gripe será estendida para toda a população de Balneário Camboriú

O atendimento é de segunda a sexta-feira. É necessário levar cartão de vacinação

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Divulgação

A Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú informa que seguirá a orientação do Ministério da Saúde e da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina de estender a vacinação contra a influenza para toda a população a partir desta segunda-feira, 5, enquanto durarem os estoques. “As doses para gestantes e para crianças (primeira e segunda dose) iremos guardar para garantir a vacinação neste grupo”, contou a diretora da Vigilância Epidemiológica, Laís Emídio.

Até a última sexta-feira, 2, foram aplicadas 20.797 doses da vacina, o que corresponde a 87,92% da meta na cidade. O grupo prioritário que mais se vacinou foram os idosos com 98,52%, seguido pelas Puérperas com 80,95%, pelas crianças com 76,20%, trabalhadores da saúde com 72,33% e gestantes com 67,10%.

A vacina contra a influenza está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), no Posto de Saúde Central, no Núcleo de Atenção à Mulher (NAM), Posto de Atenção Infantil (PAI) e no Núcleo de Atenção ao Idoso (NAI). O atendimento é de segunda a sexta-feira. É necessário levar cartão de vacinação.

PREVENÇÃO – A transmissão dos vírus influenza acontece por meio do contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar. Também ocorre por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). À população em geral, o Ministério da Saúde orienta a adoção de cuidados simples como medida de prevenção para evitar a doença, como: lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto; não compartilhar objetos de uso pessoal; além de evitar locais com aglomeração de pessoas.

É importante lembrar que, mesmo pessoas vacinadas, ao apresentarem os sintomas da gripe – especialmente se são integrantes de grupos mais vulneráveis às complicações – devem procurar, imediatamente, o médico. Os sintomas da gripe são: febre, tosse ou dor na garganta, além de outros, como dor de cabeça, dor muscular e nas articulações. Já o agravamento pode ser identificado por falta de ar, febre por mais de três dias, piora de sintomas gastrointestinais, dor muscular intensa e prostração.

Em todo o ano passado, o Ministério da Saúde registrou 12.174 casos de influenza de todos os tipos no Brasil. Deste total, 10.625 foram por influenza A (H1N1), sendo 1.987 óbitos. Em relação ao vírus Influenza A (H3N2), foram notificados 49 casos e 10 mortes em 2016.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -