Exagerou no carnaval? E agora?

Médico orienta sobre o que fazer se o corpo sentiu o efeito dos exageros, principalmente do álcool

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Exagero de bebidas alcoólicas prejudicam a saúde, principalmente o fígado, que pode acumular gordura e prejudicar seu funcionamento.
Exagero de bebidas alcoólicas prejudicam a saúde, principalmente o fígado, que pode acumular gordura e prejudicar seu funcionamento.

O carnaval passou, mas os efeitos para quem exagerou podem durar bem mais que os quatro dias de folia. Se alimentar em lugares diferentes dos habituais, e nem sempre confiáveis, comer demais, ou de menos e exagerar nas bebidas alcoólicas são alguns dos “delitos” que os foliões costumam cometer e as consequências podem ser desde uma simples ressaca, a casos mais graves, como intoxicação alimentar, que em muitos casos levam ao hospital.

Segundo o médico Dr. Fernando Querne, pós-graduado em Nutrologia e Medicina do Esporte, situações como estas geram um grande desgaste físico e baixam a imunidade, debilitando o organismo, por isso a recomendação é que os cuidados com a saúde e alimentação sejam mantidos mesmo em épocas de festa.

Dr. Fernando orienta que a primeira coisa para quem exagerou é se manter hidratado, tomando muita água, suco de fruta ou isotônicos. O ideal também é manter uma alimentação mais leve, baseada em frutas, legumes e sopas.

Outra dica para quem abusou da bebida alcoólica é ficar um período em abstinência para recuperar os órgãos afetados. “Se não houver cuidado, pode haver o chamado “coração do fim de semana” descrito pelos ingleses, que faz os indivíduos que exageram no sábado e domingo passarem a sofrer de palpitações e arritmias cardíacas. Os que já sofrem do coração podem apresentar doenças graves e fatais, pois o álcool diminui a força de contração do miocárdio (músculo do coração)”, avalia o médico.

Sucos de frutas são uma excelente opção para a hidratação e recuperação do organismo.
Sucos de frutas são uma excelente opção para a hidratação e recuperação do organismo.
Dr. Fernando Querne, que atende na Clínica Conceitualle, em Balneário Camboriú, explica que no aparelho digestivo os efeitos podem atingir três órgãos: fígado, estômago e pâncreas. “O fígado é o que mais sofre, pois quatro dias de abuso do álcool podem fazê-lo acumular gorduras, prejudicando seu funcionamento”, pondera.

Para auxiliar na recuperação evite alimentos ricos em gorduras ou substâncias tóxicas como corantes e conservantes, pois elas sobrecarregam o fígado, dificultando mais ainda a sua limpeza. Como o álcool reduz a absorção de nutrientes como as vitaminas B1, B2, B6, B12 e C além de Cálcio, Zinco e Fósforo, certifique-se de fazer uma alimentação bem variada para repor os estoques dessas vitaminas e não perder o desempenho nos treinos.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -