- PUBLICIDADE -

Itajaí registra queda de 53% na mortalidade infantil

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

Foto: Jonnes David / Divulgação
Foto: Jonnes David / Divulgação

A taxa de mortalidade infantil em Itajaí reduziu 53%. De acordo com dados preliminares da Secretaria de Saúde do Município, por meio do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DVE), o Coeficiente da Mortalidade Infantil (CMI) que no ano passado era de 17,6 óbitos para cada mil nascidos vivos, hoje é de 8,3. O índice é inferior à média do Estado, que é de 15 crianças e do país que é de 22 crianças (IBGE 2010). “Estima-se que chegaremos até o final do ano, próximos ao coeficiente de 10 por mil nascidos vivos”, calcula o Secretário de Saúde, Marcio Silveira.

A considerável redução se deve a uma série de ações realizadas no município e uma modificação importante na atitude das equipes no entendimento das necessidades da população, principalmente os menores de um ano e gestantes.

Entre as várias ações executadas no Município, vale destaque a reformulação do Programa Nascer Itajaiense, com a presença de uma Enfermeira do município diariamente no alojamento conjunto do Hospital Marieta Konder Bornhausen, acompanhando as gestantes e os recém-nascidos. “Após o nascimento do bebê, a enfermeira acompanha a paciente, faz a classificação de risco e já informa a unidade de saúde próxima à sua residência sobre o nascimento. Antes de mãe e bebê receberem alta, já são agendadas as consultas de puericultura até sete dias de vida e o retorno em 15 dias e a de puerpério até 42 dias pós-parto”, conta Silvana Ardenghi Molinari, que destaca a vinculação das equipes neste trabalho.

Além disso, são reforçadas as informações acerca do Teste do Pezinho, vacinação, higiene umbilical e aleitamento materno. E as mães recebem um kit com fraldas descartáveis e de tecido, sabonete, pomada de prevenção de assaduras e termômetro digital.

Porém, os cuidados com a mãe e o bebê começam na gestação, durante o pré-natal que é oferecido gratuitamente em todas as unidades de saúde de Itajaí. Durante o pré-natal são realizadas no mínimo seis consultas com médico e/ou enfermeiro e consulta especializada para gestante de alto risco; exames laboratoriais e sorológicos no 1º e 3º semestre de gestação; teste rápido para HIV e sífilis; consulta odontológica; coleta preventiva do câncer de colo de útero; vacinas contra hepatite B, tétano e influenza; visita domiciliar por agentes comunitários de saúde e ultrassonografia.

 

Mortalidade Infantil

A taxa de mortalidade infantil é obtida por meio do número de crianças de um determinado local (cidade, região, país, continente) que morrem antes de completar um ano, a cada mil nascidas vivas. Esse dado é um aspecto de fundamental importância para avaliar a qualidade de vida, pois, por meio dele, é possível obter informações sobre a eficácia dos serviços públicos, tais como: saneamento básico, sistema de saúde, disponibilidade de remédios e vacinas, acompanhamento médico, educação, maternidade, alimentação adequada, entre outros.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.