- PUBLICIDADE -

Itajaí alcança meta de vacinação em todos os grupos

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

A 14ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza segue até sexta-feira (01), mas a Secretaria Municipal de Saúde já comemora o alcance da meta em todos os grupos. De 05 a 25 de maio foram vacinadas 20.687 pessoas vacinadas, número correspondente a 86,36% da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.

“O trabalho em equipe na busca pelo alcance e até superação da meta de 80% foi a marca desta Campanha”, relata o Secretário Municipal de Saúde, Sérgio Liberato. “Todos os profissionais das Unidades de Saúde e da Diretoria de Vigilância Epidemiológica fizeram um esforço fora do comum para que em exatos 16 dias de campanha irmos além e superamos a meta, chegando quase na totalidade”, acrescentou.

O médico da Vigilância Epidemiológica, Carlos Manuel Corrêa esclarece que a campanha continua entre crianças, idosos e gestantes, “mas a atenção também está voltada para os doentes crônicos, que podem procurar a Unidade de Saúde mais próxima para ser imunizado”.

Confira a unidade mais próxima: Brilhante, Canhanduba, Caic, Cordeiros, Costa Cavalcante, Crescem, Dom Bosco, Espinheiros, Fazenda, Imaruí, Itaipava, Jardim Esperança, Limoeiro, Murta, Praia Brava, Promorar I, Promorar II, Rio Bonito, Salseiros, São João, São Judas, São Vicente, Univali e Votorantin.

Parcial de vacinados até sexta-feira (25):

Crianças – 3.910 (98,69%)
Gestantes – 1.665 (84,05%)
Idosos – 13.038 (80,04%)

Influenza

As infecções respiratórias agudas constituem um conjunto de doenças frequentes e tem maior incidência em pessoas com idade acima de 60 anos e crianças, sendo o vírus da influenza um dos principais agentes destas doenças.

A principal intervenção preventiva em saúde pública para este agravo é, sem dúvida, a vacinação. A campanha anual de vacinação, realizada entre os meses de abril e maio, contribuiu ao longo dos anos para a prevenção da gripe nos grupos imunizados, além de apresentar impacto de redução das internações hospitalares, mortalidade evitável e gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias.

A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. É de elevada transmissibilidade e distribuição global, com tendência a se disseminar facilmente. A transmissão ocorre por meio e secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém – contaminadas por secreções respiratórias podem levar o agente infeccioso direto à boca, aos olhos e ao nariz.

Os sintomas, muitas vezes, são semelhantes aos do resfriado, que se caracterizam pelo comprometimento das vias aéreas superiores, com congestão nasal, rinorréia, tosse, rouquidão, febre variável, mal-estar, mialgia e cefaléia. A maioria das pessoas infectadas se recupera dentro de uma a duas semanas sem a necessidade de tratamento médico. No entanto, nas crianças muito pequenas, idosos e portadores de quadros clínicos especiais, a infecção pode levar a formas clinicamente graves, pneumonia e morte.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.