- PUBLICIDADE -

Prefeito sanciona lei do contrato de gestão do Hospital Muncipal

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

AssinaturaO prefeito Edson Renato Dias (Piriquito) assinou na tarde desta quinta-feira, 3, a sanção da Lei 3.243, que dispõe sobre o modelo do contrato de gestão do Hospital Municipal Ruth Cardoso. Agora, a prefeitura poderá lançar o edital para contratar a entidade que irá administrar hospital.

Os próximos passos da prefeitura são a publicação da lei e o lançamento do edital. Se este processo ocorrer nos períodos normais, sem recursos, a expectativa é que entidade vencedora seja conhecida em aproximadamente dois meses.

A lei sancionada hoje estabelece todas as exigências que a entidade vencedora deverá cumprir como o número de leitos, exames, especialidades e números de funcionários, entre outros.

“Finalmente poderemos dar continuidade a este processo e abrir o nosso hospital municipal. Foi um período de muita luta, mas a cada dia que passa nosso sonho de oferecer um atendimento integral de saúde à população fica mais próximo da realidade”, afirmou o prefeito.

O primeiro modelo de contrato de gestão do Ruth Cardoso foi protocolado na Câmara em novembro de 2009. Desde então, passou por diversas alterações e foi amplamente debatido pela comunidade e vereadores.


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.