- PUBLICIDADE -

Primeiras estacas de nova ponte são colocadas no rio Itajaí-Mirim

Obra será uma nova ligação entre os bairros São Judas e Cidade Nova

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

As primeiras estacas que sustentarão a nova ponte entre os bairros São Judas e Cidade Nova já foram colocadas no rio Itajaí-Mirim. Ao todo, serão 70 estacas no leito do rio para a construção da obra estrutural que vai desafogar o trânsito nas pontes da avenida Adolfo Konder com a rua Heitor Liberato e da Jacob Ardigó com Otto Hoier. Em um investimento de quase R$ 5 milhões, a estrutura terá 160 metros de extensão e 15 metros de largura.

Uma nova ponte ligará a rua Adolfo Batschauer, no São Judas, com a rua Sidney Schulze, no Cidade Nova. A obra é mais um importante projeto na revolução da mobilidade urbana de Itajaí. Com a ponte e os binários na região Central, a população poderá se deslocar com mais facilidade desde a Contorno Sul até a avenida Adolfo Konder.

A primeira etapa, já em curso, é a colocação das estacas. Em seguida, a empresa passa para a construção das cabeceiras para na sequência cobrir o vão da ponte. Por fim, as ruas serão prolongadas até a ponte, além da construção dos passeios públicos e da iluminação. O prazo é de 360 dias.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.