Divulgação

O Programa de Requalificação das Vias de Balneário Camboriú reinicia nesta quarta-feira (07), às 8h, na Avenida Martin Luther, no Bairro das Nações. O trecho a ser requalificado vai da Rua Iraque até a Rua Chile, devendo estar concluído até sexta-feira (09). Para a ação a via, que possui quatro pistas, estará com duas delas interditadas, durante todo o dia.

Esse é mais um trecho da segunda etapa do Programa onde estão previstos o consumo de 6,3 mil toneladas de asfalto. Após esse trecho da Martin Luther, a requalificação segue para a Rua Grécia, concluindo assim o Bairro das Nações. As ruas Rouxinol, no Bairro Ariribá, e Miguel Matte, no Bairro Pioneiros, estão no cronograma para serem requalificadas, antes do serviço retornar ao Bairro dos Municípios, onde já atuou em algumas vias. “Temos que concluir a Rua Biguaçu no Bairro dos Municípios, no trecho entre a 5ª Avenida e a Rua Leopoldo Leite (Camboriú); e em seguida faremos algumas ruas já determinadas no Centro”, afirma o secretário de Obras, João Miguel (Tatá).

O serviço é feito pela empresa Infrasul Infraestrutura, de Joinville, que cumpre o contrato para requalificação de seis quilômetros de via. Essa etapa custa aos cofres públicos R$ 1 milhão 802 mil.

Relembre

A segunda fase da Requalificação das Vias de Balneário Camboriú começou em julho deste ano, quando a empresa Infrasul Infraestruturas venceu a licitação para cumprir o contrato total de 28 quilômetros de vias requalificadas, com um custo total de R$ 8 milhões, em 25 mil toneladas de asfalto. Nessa fase, na sua primeira etapa, foram concluídas as ruas 3900; rua Espanha; travessia elevada da Avenida Brasil com Alvin Bauer; trechos nas ruas Argentina e Estados unidos e um trecho da Quarta Avenida, entre as ruas 3020 e 3100 – Binário Sul. Em seguida entrou no Bairro das Nações, onde requalificou toda a Palestina; entrando no bairro Ariribá, na Avenida dos Tucanos; trecho da rua Mergulhão; ruas Japuaçu e Jaçanã; Avenida das Gaivotas e a Gaturamo.

Na primeira fase do Programa, que iniciou em agosto de 2017 e foi até junho de 2018, a Secretaria de Obras licitou 10 mil toneladas de asfalto, para requalificar cerca de oito quilômetros de vias, ao custo total de R$ 5 milhões. As empresas responsáveis pelos serviços foram a Terraplanagem e Pavimentação Vogelsanger e a Pacopedra Pavimentadora e Comércio de Pedras LTDA.

O que já foi feito – Primeira fase

Em 2017

O Programa já requalificou trechos na Terceira Avenida, nos cruzamentos das ruas 2500 e 2550; e rótulas da 3100 (mais entorno sentido norte) e 3300, mais trecho Terceira Avenida até Avenida Brasil; no entorno do Balneário Camboriú Shopping; toda rua Acre e Avenida Santa Catarina, em frente ao Terminal Rodoviário. Na Avenida do Estado: trecho entre a travessia próximo à rua 10 até travessia próximo à rua Albania; trecho entre a Rua Venezuela e a rua Protásio Caetano; bifurcação com rua Antônio Bitencourt, e frente da rua Osmar Souza Nunes. Trecho na Rua Edgar Linhares (600 metros), no Nova Esperança.

Em 2018

Conclusão da Rua Edgar Linhares; trechos da Rua Maria Mansoto; Terceira Avenida – pontos entre a 3100 e 2550; trecho entre a Quarta Avenida e Marginal Oeste da rua 1500; Alvin Bauer, trecho entre a Avenida Brasil e Avenida Central e trechos entre a Avenida Central e Quarta Avenida; Avenida Brasil esquina com rua 511; rua 904 entre a Quarta Avenida e Avenida do Estado, rua 2650 e rua Agrolândia – entre a Quinta Avenida e Avenida Marginal Oeste; Avenida Martin Luther, entre as ruas Síria e Portugal e Avenida do Estado entre a Martin Luther e Avenida das Flores.

Ruas 1400; 3800; Noruega, trecho entre a Palestina e Martin Luther; Alvin Bauer, trecho entre a Avenida Brasil e Quarta Avenida; rua 1552 e rua 1926, ambas entre a rua 2300 e Marginal Leste. No Bairro Vila Real foram requalificados trechos nas ruas Dom Francisco; Dom Luiz; Dom Sebastião; Dom Jaime; e a Dom José.

“Temos ruas importantes que serão requalificadas nas próximas etapas, pois estão com problemas estruturais e precisam receber antes os serviços de drenagem. É o caso, por exemplo, das ruas Angelina e Biguaçu, no Bairro dos Municípios; ruas 3100; 401 e 1950, no Centro da cidade; informa o secretário de Obras, João Miguel (Tatá).

Motorista parou no acostamento pedindo socorro; Logo após, perdeu a consciência.

Posted by Click Camboriú on Tuesday, November 6, 2018


COMENTE ABAIXO ⬇

resposta(s) publicada(s). (Obs.Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site)