- PUBLICIDADE -

Cosip pretende organizar fios de telecomunicação dos postes de iluminação pública

Além de causar poluição visual, os cabos e fios instalados de forma desordenada dificultam o trabalho de manutenção

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

Poluição visual Divulgação Cosip
Divulgação

A Contribuição para Custeio de Serviço de Iluminação Pública (COSIP) começou a se reunir com empresas de telecomunicações para tentar resolver o problema do uso desorganizado dos postes de iluminação pública. Além de causar poluição visual, os cabos e fios instalados de forma desordenada dificultam o trabalho de manutenção da COSIP.

A primeira reunião ocorreu na manhã desta terça-feira (14) e teve a presença de representantes da Vivo, Algar Telecom e CCS TV. A intenção é realizar uma ação experimental no Calçadão da Avenida Central, em data ainda não definida, para organizar os cabos e fios. Empresas que não adequarem os materiais poderão ter os fios cortados. Na reunião com as concessionárias dos serviços de telecomunicação, o gestor da COSIP, Anderson dos Santos, colocou a autarquia à disposição para auxiliá-las.

As empresas que não compareceram serão notificadas a contatarem com a Cosip para participarem da ação experimental. Na ação, as empresas terão de corrigir cabos que estão fora de local, eliminar cabos que não estão sendo usados, esticar fios e apertar cintas de postes. “Foi um passo importante, pois vamos iniciar uma força-tarefa no Calçadão, e a partir daí, continuar o trabalho pelas ruas da cidade”, diz o gestor da COSIP, Anderson dos Santos.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.