- PUBLICIDADE -

Itajaí realiza primeira desapropriação na retomada da Via Expressa Portuária

Estão previstas mais 107 até o início do ano que vem

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

via portuaria
Divulgação

Itajaí continua no caminho da modernidade para melhorar a mobilidade urbana. O Município de Itajaí retomou o projeto para a construção da Via Expressa Portuária. Antes de viajar para a largada da Volvo Ocean Race, em Alicante, o prefeito Volnei Morastoni concluiu o processo de desapropriação da primeira casa do trecho que vai da Rua Pedro Camilo Vicente, no bairro Cordeiros, até a Rua Curt Hering, na Barra do Rio. Nestes locais, a Comissão de Desapropriação pretende fazer mais 107 acordos com os moradores até o início do ano que vem.

As famílias destas localidades estão sendo contatadas desde o início das reuniões que estão acontecendo desde agosto deste ano. A comissão formada para tratar desses assuntos, conversa com o morador e busca um acordo amigável para conseguir a desapropriação. Com a sinalização do acordo entre as duas partes e a documentação correta, é iniciado o trâmite para efetuar a desapropriação.

“Nosso governo, juntamente com a equipe técnica da Secretaria de Urbanismo, não estão medindo esforços para continuar as obras da Via Expressa Portuária, obra de vital importância para a mobilidade urbana. Mesmo com os entraves burocráticos, estamos retomando as desapropriações para melhorar a mobilidade urbana do município”, destacou o prefeito Volnei Morastoni.

Iniciada em 2006, a obra teve até o momento 113 desapropriações das 221 programadas. De acordo com o corpo técnico montado responsável pelo projeto da Via Expressa Portuária, a ideia é acelerar os trabalhos para garantir que todas as 107 que faltam estejam concluídas até o início do ano que vem.

O projeto de engenharia da obra foi reavaliado pela equipe técnica da Secretaria de Urbanismo e deve passar por uma readequação junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), que já se comprometeu a dar suporte financeiro conforme a realidade orçamentária.


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.