Drenagem da Alvin Bauer é concluída e obras continuam na cidade

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Drenagem da Rua 2480 com a 2414. Foto: Celso Peixoto
Drenagem da Rua 2480 com a 2414. Foto: Celso Peixoto

A Empresa Municipal de Água e Saneamento (EMASA) e a Secretaria de Obras concluíram a implantação de galerias de drenagem pluvial na Avenida Alvin Bauer. Foram instalados mais 75 metros de tubulação que culminarão na ligação de outras cinco galerias. Na segunda-feira (21), iniciaram as obras na Rua 1.001. A previsão é de que todas as ligações destas galerias sejam concluídas até o início de dezembro.

Na região da Avenida Alvin Bauer, as ruas que recebem a drenagem devem fechar o ciclo de ligações das galerias que diminuirão, em pontos estratégicos, os alagamentos na cidade. É a partir dessas obras que o Canal Marambaia ganhará mais vazão. A drenagem implantada na Rua 1.131 funcionará como extravasor, e terá 100 metros de tubulação 2x1m para garantir agilidade no escoamento da água. Para finalizar as ligações e para que o sistema de drenagem pluvial funcione por completo, a última etapa contempla a colocação de galerias de 3×1,5m, em 650 metros da Avenida Atlântica, entre a Rua 2.001 e o Canal Marambaia.

Sistema de Drenagem

A operação de implantação do sistema de drenagem pluvial no município iniciou em 2009 e, até o momento, foram instalados mais de 40 quilômetros de galerias. As obras estão sendo executadas em etapas, contemplando cinco grandes glomerados. Neste ano, a Avenida do Estado recebeu 775 metros, incluindo as transversais entre as ruas 1.951 e 1.131 e a Rua Síria. “Esta região é bastante afetada com chuvas fortes, pois toda a água da parte alta do bairro das Nações escoa no sentido da Avenida do Estado, principalmente na região Rua Síria. Com a implantação das galerias conseguimos minimizar os problemas e acelerar o tempo de vazão da água acumulada”, explica o direto geral da Emasa, Valmir Pereira.

Segundo Pereira, as obras de drenagem não impedem o acúmulo de água resultante de grandes volumes de chuva, mas reduzem os impactos provocados por alagamentos e acelera o tempo de vazão. “Assim que todas as galerias estiverem interligadas, os problemas de alagamentos devem reduzir em torno de 80% na área central do município”, garante.

Para o prefeito Edson Renato Dias, Piriquito, o sistema de drenagem pluvial garante mais integridade e segurança aos moradores. “Todos os anos sofremos com fenômenos naturais que trazem fortes chuvas para o nosso litoral. Por 49 anos a população de Balneário Camboriú conviveu com esse problema e agora vamos conseguir dar mais dignidade e segurança aos moradores, garantindo que as águas das chuvas escoem o mais rápido possível em direção ao mar”, finaliza o prefeito, lembrando que a cidade está ao nível do mar, o que dificulta ainda mais a vazão da água.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -