- PUBLICIDADE -

Pedalada Lixo Zero do CEM Dona Lila conscientiza moradores do Estaleiro

Além das bicicletas os alunos também colocaram o pé na estrada com cartazes, informativos para entregar aos moradores e sacolas para o recolhimento de pilhas e baterias

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Curso de Gastronomia da UniAvan é reconhecido com conceito 5

Infraestrutura moderna, formação dos professores e possibilidades de estágios internacionais são alguns dos diferenciais destacados

Educação Pedalada Lixo Zero 01 11 17 Foto Kattiucia Villain 8
Divulgação

O mês de novembro começou animado e com muita responsabilidade socioambiental, para os alunos do Centro Educacional Municipal (CEM) Dona Lila de Balneário Camboriú. O dia de sol foi perfeito para as crianças que participaram da “Pedalada Lixo Zero”, nesta quarta-feira (01) nos arredores da escola, no Bairro Estaleiro. Além das bicicletas os alunos também colocaram o pé na estrada com cartazes, informativos para entregar aos moradores e sacolas para o recolhimento de pilhas e baterias. Tudo para conscientizar a população da importância da reciclagem e da preservação do meio ambiente.

Os alunos do 1º ao 5º ano estavam animados com a atividade fora da sala de aula. Dois grupos foram formados, sendo um de caminhada e outro de pedalada. Iasmim Gomes, de 10 anos, sabe bem a importância da reaproveitação dos materiais e dos cuidados com a natureza. “Minha mãe recicla madeira e faz floreiras para vender. Plástico, vidros e outros materiais também. Se a gente não cuidar agora, ficaremos sem os recursos naturais no futuro”, ponderou a menina que carregava a placa “Reciclar é Viver Melhor”. Hiago Pereira, de 11 anos, trouxe a sua bike e pedalou entusiasmado em prol da atividade. “Acho muito importante porque estamos conscientizando as pessoas a jogarem o lixo no lixo de forma correta”, falou o menino. A empolgação foi tanta que alguns alunos que caminhavam cantaram espontaneamente o Hino Nacional, reforçando que esta é uma causa de todo o Brasil.

Os grupos fizeram trajetos diferentes passando nas casas. Os alunos entregaram informativos feitos por eles, conversaram com os moradores e quem passava na rua. “O que eu acho mais interessante neste trabalho com as crianças, é que elas levam para casa o que aprenderam na escola. Passam a informação e cobram os pais sobre a reciclagem e a preservação do meio ambiente”, opinou Claudia Lira, moradora local. Ao final os dois grupos se encontraram na Praia do Estaleiro, e ainda aproveitaram para levar a informação aos comerciantes que se preparavam para abrir os estabelecimentos.

Professores e funcionários da escola acompanharam os alunos, organizando os grupos para a segurança de todos no percurso. Para a coordenadora do Instituto Eco Cidadão, que realiza diversas ações na área ambiental, Luciana Andrea de Jesus, esta é mais uma ação da escola que já vem trabalhando a sustentabilidade com os alunos, como transformar resíduos orgânicos em compostagem na Horta Comunitária do Estaleiro. “Além de sensibilizar a comunidade para a questão ambiental, esta atividade traz qualidade de vida para as crianças que interagem diretamente com a natureza, podendo observar pontos que precisam ser preservados”, destacou a ambientalista que pedalou com os alunos.

A iniciativa partiu do CEM em conjunto com o Instituto Eco Cidadão e o Instituto Lixo Zero BC. Este ano a parceria é com as escolas da região das Praias Agrestes, com o objetivo de atingir a meta de desviar dos aterros 90% dos resíduos gerados na Área de Preservação Ambiental (APA) Costa Brava até 2020, por meio de práticas sustentáveis.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.