- PUBLICIDADE -

Comitê Gestor apresenta diagnóstico ambiental para o Programa Bandeira Azul na Praia de Taquaras

O diagnóstico começou por Taquaras e, em breve, será realizado no Estaleiro

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

Reuni%C3%A3o Bandeira Azul 24 10 2017 Foto Silvana de Castro 4
Divulgação

O Comitê Gestor do Programa Bandeira Azul concluiu o levantamento da infraestrutura e qualidade ambiental da Praia da Taquaras. O diagnóstico, apresentado na terça-feira (24), aponta o que deve ser feito para que a praia possa hastear a Bandeira Azul até final de 2018. As praias de Taquaras, Estaleiro e Estaleirinho estão inscritas na fase piloto do Bandeira Azul, que é um programa internacional de certificação ambiental para praias e marinas.

O diagnóstico começou por Taquaras e, em breve, será realizado no Estaleiro. Formado por representantes dos poderes executivo e legislativo, setores privados, entidades de classe, sociedade civil organizada, Ongs e comunidade em geral, o comitê gestor identificou a infraestrutura existente e o que precisa ser implantado para o cumprimento dos critérios do programa.

Na categoria segurança, a equipe constatou, entre outras questões, a necessidade de instalação de mais um posto salva-vidas em Taquaras. Atualmente, o local tem um posto só. Com relação a acessos à praia, o ideal é que houvesse uma passarela a cada 100 metros. Na parte da limpeza, a equipe apontou que os recipientes de lixo, atualmente configurados como armações de ferro com sacolas plásticas, sejam substituídos por contentores de plásticos. Também foi indicada a necessidade de separação do lixo reciclável. Na categoria informação e educação ambiental, Taquaras conta hoje com três ações. O comitê identificou que mais duas atividades de educação ambiental teriam de ser desenvolvidas.

O levantamento indicou ainda a importância de se recuperar a restinga do sul da praia, próxima a bares e restaurantes. “O resultado do início do trabalho de campo mostra que estamos avançando. Nosso próximo passo será o mesmo levantamento no Estaleiro e, depois, Estaleirinho”, disse o secretário do Meio Ambiente, Ike Gevaerd.

Com o apoio do Ministério Público Estadual, o município vai instalar na praia placas informativas sobre o Bandeira Azul e o código de conduta aos usuários. O código foi apresentado na reunião do comitê e proíbe a presença de animais domésticos, o estacionamento ou circulação de veículos na areia, a publicidade, e estabelece outras regras.

Programa Bandeira Azul

O Programa Bandeira Azul é uma iniciativa da Foundation for Environmental Education (FEE) – Fundação para Educação Ambiental e conta com apoio de instituições internacionais. No Brasil, é operado pelo Instituto Ambientes em Rede, com sede em Florianópolis.

O programa está pautado em quatro grandes áreas que definirão as praias como ecologicamente corretas: Educação Ambiental e Informação, Saneamento/Qualidade das Águas, Segurança e Serviço e Gestão Ambiental.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -

Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.