Trabalho de campo do Programa Bandeira Azul começou nesta sexta-feira, em BC

A meta do município é hastear nas praias a bandeira do Programa Bandeira Azul até o final de 2018

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Divulgação

O comitê gestor do Programa Bandeira Azul iniciou, nesta sexta-feira (22), o levantamento da infraestrutura da Praia de Taquaras. O diagnóstico marca o começo das atividades de campo do programa. As praias de Taquaras, Estaleiro e Estaleirinho estão inscritas na fase piloto do Bandeira Azul, que é um programa internacional de certificação ambiental para praias e marinas.

Formado por representantes do poder executivo e legislativo, setores privados, entidades de classe, sociedade civil organizada, Ongs e comunidade em geral, o comitê gestor vai se reunir daqui a 15 dias no Estaleiro e daqui a um mês no Estaleirinho. A intenção é levantar o que as praias têm de estrutura física e também que atividades de educação ambiental são desenvolvidas nas comunidades.

Nesta sexta-feira, o grupo falou sobre a segurança na Praia de Taquaras, recolhimento de lixo, limpeza, balneabilidade, banheiros públicos, situação dos decks e acessos, entre outras questões. De acordo com o secretário do Meio Ambiente, Ike Gevaerd, será elaborado um relatório com base nos apontamentos surgidos na reunião e na visita à praia. O relatório será analisado para que sejam tomadas as providências que visam adequar e tornar ecologicamente correta a praia.

“Estou muito satisfeito com o início do trabalho de campo, com a presença dos integrantes do comitê gestor”, disse o secretário. Cerca de 30 pessoas participaram da reunião, ocorrida no Restaurante Das Antiga. “Vi muita gente empenhada na reunião e com conhecimento técnico”, comentou o promotor de Justiça, Isaac Sabbá Guimarães.

O Programa Bandeira Azul é uma iniciativa da Foundation for Environmental Education (FEE) – Fundação para Educação Ambiental e conta hoje com apoio de diversas instituições internacionais. No Brasil, é operado pelo Instituto Ambientes em Rede, com sede em Florianópolis. O programa está pautado em quatro grandes áreas que definirão as praias como ecologicamente corretas: Educação Ambiental e Informação, Saneamento/Qualidade das Águas, Segurança e Serviço e Gestão Ambiental.

A meta do município é hastear nas praias a bandeira do Programa Bandeira Azul até o final de 2018.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -