Acusado de matar e esconder corpo de lavador de carro enfrentará júri em Itajaí

O crime ocorreu em setembro de 2017 no bairro Cidade Nova

Publicado em

viaTJSC
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Um réu acusado da morte do lavador de carros Cleber Alisson Elias Pedro, de 27 anos será julgado nesta quarta-feira, 19.jun.2019, no Tribunal do Júri da comarca de Itajaí, Litoral Norte do Estado. O crime ocorreu em setembro de 2017 no bairro Cidade Nova. Segundo denúncia do Ministério Público, o réu e uma adolescente desferiram vários golpes de faca contra a vítima – que atingiram a região do peito e do pescoço -, enquanto ela estava sob efeito de entorpecentes.

Além de causar sua morte, o casal ainda teria mantido o corpo da vítima por sete dias dentro de casa, escondido no quarto onde dormiam. Depois, teriam jogado o cadáver em um terreno baldio ao lado da residência. Para ocultá-lo, colocaram cimento sobre o corpo. O crime teria sido motivado por uma dívida.

Em razão do modus operandi empregado, os restos mortais da vítima foram retirados do terreno como se fossem entulhos, quando da limpeza daquela propriedade, pois estavam encobertos pelo concreto, o que impedia seu reconhecimento como ossada humana. Ao praticar os crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver em conluio com a adolescente, com 16 anos de idade na época dos fatos, o denunciado também teria facilitado a corrupção da jovem.

O réu vai a julgamento pelos crimes de homicídio qualificado – por motivo fútil e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima – e ocultação de cadáver. O júri será presidido pelo juiz Augusto Cesar Allet Aguiar, titular da 1ª Vara Criminal da comarca de Itajaí. O julgamento inicia às 9h e é aberto ao público

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -