- PUBLICIDADE -

Homem é condenado a seis anos de reclusão por atacar ex-mulher com golpe de tesoura

A mulher foi golpeada no tórax, defronte à casa da família, localizada no bairro Cordeiros

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Camboriú Play recebe o youtuber Natan Por Aí nesta sexta-feira, 12

O podcast acontece ao vivo às 13h30, pelo canal do Camboriú Play no YouTube
condenação justiça algemas
Imagem ilustrativa

O Tribunal do Júri da comarca de Itajaí condenou, nesta quarta-feira, 08.maio.2019, um homem a seis anos de reclusão, em regime semiaberto, pelo crime de tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil. O caso foi registrado no dia 12 de abril de 2009. O condenado era acusado de atacar a ex-companheira com uma tesoura em mãos.

No dia do crime, o homem monitorava os passos da mulher dias após o término do relacionamento e observou seu retorno para casa após passar a noite fora, acompanhada por outra pessoa. Ele esperou ela se despedir do homem com quem estava e partiu em sua direção com a tesoura em mãos. A mulher foi golpeada no tórax, defronte à casa da família, localizada no bairro Cordeiros, naquela cidade.

Segundo denúncia do Ministério Público, o réu ainda tentou desferir uma segunda tesourada contra a mulher, mas o objeto caiu de suas mãos, o que fez com que subisse em sua moto e deixasse o local. A vítima sobreviveu após ser socorrida pelo pai e encaminhada para atendimento hospitalar.

O julgamento ocorreu no Salão do Júri do Fórum de Itajaí, e foi presidido pelo juiz Augusto Cesar Allet Aguiar, titular da 1ª Vara Criminal daquela comarca.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -