Alunos da rede municipal de BC conhecem aldeia indígena

O CEM Dona Lila, do Estaleiro, levou os estudantes para Doutor Pedrinho, cidade onde se encontra a Trilha da Sapopema, que leva à reserva indígena Duque de Caxias

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Nesta quinta-feira, 6.jun.2019, os alunos do 4º e 5º ano do Centro Educacional Municipal (CEM) Dona Lila, no Estaleiro, fizeram uma excursão para Doutor Pedrinho, cidade onde se encontra a Trilha da Sapopema, que leva à reserva indígena Duque de Caxias. Para se prepararem para o passeio, as crianças trabalharam em sala de aula a cultura indígena, além de terem promovido a 1ª Mostra de Arte Indígena realizada na escola.

“Toda a preparação feita em sala de aula teve o objetivo de fornecer uma bagagem cultural aos alunos, a fim de prepará-los para que, no momento da visita à aldeia, eles tenham um conhecimento maior e possam participar melhor das atividades”, enfatiza a gestora do CEM, Joana D’Arc Gulart Oliveira.

As crianças foram responsáveis por toda a decoração da mostra, que contou com utensílios, objetos e artesanatos pertencentes à cultura indígena como cocares, arco e flecha, chocalhos e cestos. No passeio, puderam aprender um pouco mais sobre a rotina de uma aldeia, culinária e costumes do povo Laklãnõ/Xokleng.

A valorização da cultura indígena é parte do que preconiza a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). No ano passado, Balneário Camboriú recebeu a certificação da organização, através da Rede PEA – Programa de Escolas Associadas.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -