Divulgação

Aprender mais sobre o cultivo da terra, plantio e colheita; além de absorver, na prática, os nutrientes de algumas hortaliças, frutas e ervas. Esses são os principais benefícios para os 180 alunos do Centro de Educação Municipal Taquaras de Balneário Camboriú, que integram o projeto horta escolar, que abastece, em parte, a cozinha da unidade, enriquecendo a merenda do dia a dia.

O projeto iniciou em 2017 pelas mãos da pedagoga, Saly Mara Beatriz do Amaral, gestora da unidade, e envolve todos os alunos, assim como toda a comunidade escolar. A ação integra diversas fontes de recursos de aprendizagem onde os alunos podem vivenciar na prática, ações ambientais que resultam diretamente nos hábitos alimentares.

“Os alunos participam de todas as etapas, do preparo do solo à colheita”, diz Saly informando que na horta são plantadas hortaliças, ervas para chás, temperos e morangos. “Os morangos, quando estão maduros, os próprios alunos colhem, lavam e comem. Eles têm essa liberdade, afinal, a horta é deles”, acrescenta a pedagoga.

Ela conta que as ervas viram chás no caso de alguma dorzinha ou mal estar nos alunos, e ao ingerir o líquido, o estudante aprende também sobre os benefícios das plantas medicinais. Além dos professores, o projeto conta com a ajuda das agentes de alimentação, que ao colherem as hortaliças junto com as crianças, orientam sobre cada uma delas na confecção das saladas. “Os alunos comem na merenda as hortaliças por eles cultivadas e colhidas. E isso faz toda a diferença, faz tudo ficar mais gostoso”, diz a Gestora reforçando a importância do projeto não só pela saúde, mas porque junto com a ingestão desses alimentos orgânicos, vem o aprendizado sobre cada alimento.

A GM terá o efetivo de mais de 50 Guardas e a Polícia Militar estará com 65 policiais.

Posted by Click Camboriú on Thursday, February 28, 2019


COMENTE ABAIXO ⬇

resposta(s) publicada(s). (Obs.Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site)