- PUBLICIDADE -

Alunos do Senai Itajaí já iniciaram aulas no veleiro Aysso

Alunos de vários cursos do SENAI de Itajaí terão aulas práticas no veleiro da família Schürmann

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

PagAuto vende seu veículo em 50 minutos: em BC, Itajaí e Floripa

Na PagAuto seu veículo é vendido com avaliação profissional e pagamento na hora em uma negociação 100% segura

Aysso
Divulgação

Desde que chegou ao SENAI de Itajaí, na noite da última quarta-feira, 5, o veleiro AYSSO, que rodou o mundo levando a família Schurmann, já faz parte das aulas práticas dos estudantes dos cursos técnicos em Construção Naval, Eletromecânica e Inspetor de Soldagem N1, além dos alunos de aprendizagem em Manutenção Industrial e Caldeireiro Naval. Depois de totalmente instalado no local onde serão feitos os trabalhos de restauro, na sexta-feira, alguns alunos tiveram a oportunidade de conhecer a embarcação e, ontem, dia 8, os alunos do curso de inspetor de soldagem, sob a coordenação do professor, verificaram na prática os defeitos que existem no Aysso e os equipamentos que serão utilizados para o trabalho.

Segundo o diretor do SENAI Itajaí, Geferson Luiz dos Santos, as tratativas para que as obras no veleiro fossem feitas pela entidade começaram após a participação da instituição educacional, na restauração do Kat, embarcação que também pertence aos Schurmann. “Eles adquiriram muita confiança no nosso trabalho, elogiando sempre a questão técnica e o cuidado com que realizamos as atividades no Kat e que agora vamos fazer no AYSSO”, destacou. O diretor destaca ainda que, é muito importante que os alunos tenham essa vivência de aulas práticas numa embarcação mundialmente conhecida, além de que em determinados momentos, poderão tirar as dúvidas diretamente com o “Capitão”, quando ele vier vistoriar a restauração.

Antes de ser transportado para o SENAI , o veleiro esteve por cerca de dois meses em uma empresa de jateamento de areia, onde passou por um processo de preparação da superfície, constituída por jateamento de granalha e aplicação de fundo, que possibilitou saber o estado do casco e das demais estruturas. A partir de agora, serão realizados serviços como reparos nos cascos, troca de cavernas e longarinas (seções transversais e longitudinais situadas na parte interna da embarcação), modificação das janelas, mudanças de chapas de aço por inox, entre outros, que serão realizados pelos estudantes dos cursos técnicos do SENAI de Itajaí.

Como ainda não foi executado um levantamento detalhado sobre todas as intervenções que a embarcação necessita sofrer, não é possível ter uma estimativa sobre o tempo que a restauração irá levar. A embarcação pesa 15 toneladas e tem cerca de 16 metros de comprimento e 5,30 metros de largura e, em 30 anos o veleiro que passou por muitas aventuras, nunca foi reformado totalmente.

“Escolhemos o SENAI porque ele é referência na região e é conhecido no Brasil inteiro. Além disso, professores e alunos terão uma experiência inovadora de tudo que vamos colocar no veleiro”, afirma o capitão do AYSSO e patriarca da família, Vilfredo Schurmann. Feliz com a parceria, Vilfredo conta que o objetivo para o veleiro é navegar a costa brasileira, do Oiapoque ao Chuí, em um projeto de sustentabilidade e inovação, levando às pequenas comunidades pesqueiras a necessidade de se cuidar da natureza. “Depois, temos uma ideia de levar o veleiro para navegar como um barco escola”, completa o expedicionário, que ressalta que o veleiro ficará ancorado na Marina Itajaí.

NOVIDADES – Conexão Patagônia

Em outubro, o barco Kat deverá ser empenhado no projeto Conexão Patagônia, da família catarinense de aventureiros. Nesta expedição, influenciadores digitais serão convidados a participarem, a fim de divulgar as belezas e, junto disso, o que acontece atualmente no extremo sul do mundo.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.