- PUBLICIDADE -

Professores de Ilhota visitam escolinha de surfe de BC

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Empresa catarinense tem o melhor custo benefício do Brasil em colchões magnéticos

Além dos colchões magnéticos, a Superlife Colchões também conta com os mais variados modelos de cabeceiras, base baú e base box com auxiliar, tudo com fabricação própria

escolinhaProfessores da Escola Municipal José Elias de Oliveira, do município de Ilhota, visitaram na última sexta-feira, 15, a escolinha de surfe de Balneário Camboriú desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação como forma de integrar os alunos na atividade esportiva.

A visita foi motivada pela divulgação da escola de surfe veiculada pela mídia nacional, a qual destacou as ações executadas em Balneário Camboriú para a inclusão dos alunos com diversos tipos de deficiência na Rede Municipal de Ensino. A diretora da escola visitante, Sônia Aparecida da Silva dos Santos, destacou a importância do município em realizar este tipo de projeto, já que a escola atende alunos no contra turno das aulas, o que garante que as crianças e adolescentes não estejam na rua. “Esse projeto, além de integrar os alunos através da atividade física, ajuda a ocupar o tempo livre deles, afastando-os das drogas, por exemplo”, disse Sônia.

Os 18 professores também conheceram o trabalho desenvolvido pela Secretaria de Educação, principalmente sobre as ações realizadas para a inclusão de alunos com deficiência física e intelectual. Ainda de acordo com Sônia essa visita ajudou para ampliar o conhecimento da escola sobre os projetos de inclusão escolar, isso porque a Escola Municipal José Elias de Oliveira atende 12 alunos com diversos tipos de deficiência e é preciso sempre buscar novas atuações para ajudá-los no aprendizado e inclusão social.

O coordenador de Educação Física da Secretaria de Educação de Balneário Camboriú e da escolinha de surfe, Telmo Vieira de Souza, achou muito importante essa visita, pois ajuda a dar visibilidade para um projeto tão respeitável. A escolinha de surfe atende cerca de 250 alunos de sete aos 17 anos, que devem estar matriculados na Rede Municipal de Ensino e ter bom desempenho escolar, fator que ajuda na disciplina dos alunos. As aulas acontecem no contra turno das aulas na praia Central, próximo a rua 1.101. As quartas-feiras são reservadas para aulas com os alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) incentivando a pratica do esporte aos alunos de necessidades especiais.


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mulheres: 100 leitoras serão presenteadas com 10 seções de depilação a laser na Maislaser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.