Inauguração do Berço 4 garante plena operação para o Porto de Itajaí

Solenidade ocorreu nesta segunda-feira, 17, com a presença do Ministro de Estado da Infraestrutura e outras autoridades

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

O Porto de Itajaí recuperou sua capacidade plena de operação nesta segunda-feira, 17.jun.2019, com a inauguração do berço 4. Após mais de uma década, as obras de reforço e realinhamento foram concluídas e vão permitir que o Porto receba até quatro navios ao mesmo tempo. O investimento federal de R$ 161 milhões garantirá maior competitividade para geração de emprego e renda no município.

Primeiro do país na movimentação de congelados e o segundo na movimentação de contêineres, o Porto de Itajaí movimenta 5% da balança comercial do Brasil e mais de 70% da balança comercial de Santa Catarina. Para o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, a conclusão das obras coloca o município em uma nova etapa de crescimento.

“A plenitude de atendimento se reflete em competitividade, porque aumentamos o número de embarcações que podem ser recebidas ao mesmo tempo e a atividade portuária, que está em 25 mil contêineres por mês. Com os berços prontos prevemos aumentar ainda mais essa movimentação”, pontua o superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga.

O cais do Porto de Itajaí foi afetado pela enchente de 2008 e precisou receber diversas obras de reconstrução, adequação e reforço. Os berços 3 e 4 foram os últimos a serem concluídos – as obras chegaram a ser paralisadas pela empresa responsável em 2016, sendo retomadas apenas em julho de 2017. Com a finalização, o cais passa a ter 1.047 metros de extensão para receber até quatro navios simultâneos.

Plano de concessões

Durante a cerimônia, o Ministério da Infraestrutura anunciou a inclusão do Porto de Itajaí no plano de concessões prioritárias do Governo Federal, o que irá viabilizar novos investimentos. A intenção é que se discutam em conjunto os termos de uma nova licitação internacional, na qual os encargos para a empresa vencedora irão definir o tempo de concessão.

“O Porto de Itajaí é a bola da vez, vamos prever recursos para se somar a essas obras. É prioridade do governo e vai figurar no sistema de concessões”, garantiu o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

Bacia de Evolução

A draga que concluirá a primeira etapa da Bacia de Evolução (draga BACKHOE), foi outro destaque da inauguração. Atracado em frente ao berço 4, o equipamento impressionou os presentes e, em breve, vai retomar os trabalhos para conclusão da obra. O aditivo de R$ 40 milhões que permitiu a finalização da primeira etapa da bacia será custeado pelo Município de Itajaí.

Quando for concluída, a Bacia de Evolução vai permitir que a cidade receba navios de até 400 metros de comprimento.

SAIBA MAIS SOBRE AS OBRAS DOS BERÇOS 3 E 4 DO PORTO DE ITAJAÍ:

Após a enchente de 2008 que colapsou o berço 2 e reconstruído pelo Governo Federal, a gestão do Porto de Itajaí foi motivada a reconstruir, adequar e reforçar seu cais, isso para evitar possíveis danos nas suas estruturas dos berços 3 e 4 em caso de forte correnteza no Rio Itajaí-Açu E também permitindo atender a demanda da nova frota de navios full contêiner acima de 300 metros de comprimento que estão cada vez mais presentes na costa brasileira.

O berço 3 teve sua entrega no dia 18.12.17 e o berço 4, com Ordem de Serviço 20.02.2014 e retomada em julho de 2017, com sua entrega ao dia 17.06.19.

As obras de realinhamento e reforço dos berços 3 e 4 foram executadas com recursos do Governo Federal (Termo de Compromisso nº SEP/011/2011), o qual repassou R$ 161 milhões para execução das obras e contratação de empresa de assessoria à fiscalização, sendo iniciadas em 2014.

Com a finalização das obras em 2019, o Porto de Itajaí passa a ter quatro berços, somando 1.047 metros de extensão e permitindo a atracação de navios com 336 metros de comprimento, previstos para atracar ainda em 2019, quando for concluída a obra da Nova Bacia de Evolução.

DRAGAGEM DE MANUTENÇÃO

Para assegurar o recebimento de navios acima de 300 metros de comprimento, o Porto de Itajaí, através de investimentos próprios de cerca de R$ 1 milhão, realizou a dragagem do Berço 4, o mantendo apto operacionalmente.

DEFENSAS E CABEÇOS DE AMARRAÇÃO

Através de investimentos próprios no valor de R$ 2.095.000,00, o Porto de Itajaí abriu edital para aquisição de defensas e cabeços de amarração, sendo adquiridos e instalados 12 conjuntos no berço 4.

ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS

  • 490 m. de caís;
  • 292 Estacas em camisa metálica com 52 m. de profundidade média;
  • 294 m de cortina de estacas prancha com 34 m. de profundidade média;
  • 678,83 ton. de aço CA 50/60 para estacas;
  • 5.142,80 m³ de concreto para estacas;
  • 5.265,80 m³ de concreto moldado in loco;
  • 1.843 m³ de concreto para fabricação de pré-moldados;
  • Demolição de 1.439,88 m³ de estruturas em concreto armado;
  • 9.734,25 m³ de carga e remoção de sedimentos até 22 m de profundidade;
  • Recuperação de 12 conjuntos de cabeços e defensas, instalados no berço 3;
  • Serviço inédito no Brasil, 31 furos de fragmentação e perfuração de laje maciça submersa através de processos de perfuração a rotopercussão e a rotação.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -