Dilma avança nas pesquisas e bolsa de valores despenca mais uma vez

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Foto: Pedro Ladeira/Folhapress
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Os boatos de avanço de Dilma Rousseff (PT) nas pesquisas eleitorais, que incomodaram o mercado desde o fim da manhã desta quinta-feira, se confirmaram. O Ibope trouxe a candidata à reeleição com 54% das intenções de voto, oito pontos à frente de Aécio Neves (PSDB). O Datafolha, também divulgado hoje, mostra Dilma com 48% e Aécio com 42%. As informações são do Valor Econômico.

As pesquisas foram divulgadas no meio do leilão de fechamento da Bovespa, a tempo de influenciar o comportamento dos papéis. Mais uma vez, o “kit eleição” concentrou as perdas do dia.

O mercado local ignorou completamente o clima positivo nos mercados internacionais. As bolsas em Wall Street subiam mais de 1% às 17 horas, embaladas por dados preliminares de atividade na Europa melhores que o esperado e pela boa safra de balanços corporativos.

O Ibovespa fechou em baixa de 3,24%, aos 50.713 pontos, com volume de R$ 11,345 bilhões. Com a baixa de hoje, a bolsa brasileira passou a acumular perda no ano, de 1,54%. Apenas nesta semana, o recuo já alcança 9%, o maior tombo semanal de 2014.

Entre as ações do “kit eleição”, Banco do Brasil ON (-9,10%, a R$ 24,95) liderou as perdas do Ibovespa, acompanhada por Petrobras PN (-7,22%, a R$ 15,41), Eletrobras ON (-6,71%, a R$ 5,70), Bradesco PN (6,01%, a R$ 32,80) e Itaú PN (-4,52%, a R$ 32,25).

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -