- PUBLICIDADE -

Programa de acolhimento ao idoso realizou 216 atendimentos em 45 dias, em BC

Dos 216 atendimentos, 56,9% deles são relacionados à violência financeira

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Camboriú Play recebe o youtuber Natan Por Aí nesta sexta-feira, 12

O podcast acontece ao vivo às 13h30, pelo canal do Camboriú Play no YouTube
ABRAÇO DIVULGAÇÃO
Divulgação

O Programa ABRAÇO, de acolhimento ao idoso completou 45 dias nesta sexta-feira, 9. O projeto, criado pela Prefeitura de Balneário Camboriú para proteger os idosos de maus tratos psicológicos, financeiros, negligência, abandono e agressão física.

O programa já realizou 216 atendimentos, sendo 56,9% deles, relacionados à violência financeira. De acordo com a secretária da Pessoa Idosa, Christina Barichello, isso acontece por que os parentes usam muitas vezes de chantagem emocional. “O idoso por amor ao filho, neto ou outro parente acaba cedendo o dinheiro e muitas vezes tendo problemas financeiros depois”, explicou Christina.

Dentre os outros atendimentos, 18 foram por violência psicológica, 34 por negligência, 06 por autonegligência, 27 por abandono e 08 por agressão física.

Desse total de ocorrências, 103 foram atendidas no Centro, 31 no Bairro dos Municípios, 16 no Bairro da Barra, 14 no São Judas, 13 no Ariribá, 11 nas Nações, 12 no Nova Esperança, 04 no Pioneiros, 02 nos Estados, 01 na Praia dos Amores, 04 no Iate Clube e 05 pessoas atendidas em situação de rua. A coordenadora do projeto Maristela Rocha, explica que essas pessoas sem abrigo, tiveram atenção especial. “Duas dessas pessoas conseguiram voltar para casa, se acertando com a família, isso é muito positivo, o abraço reconectando o amor entre as pessoas”, disse a coordenadora.

Hoje os anjos, como são chamados os que atendem as ocorrências, totalizam cinco pessoas. A ação está contando também com a parceria do Ministério Público e da Delegacia da Mulher, para encaminhamentos e parceria nos atendimentos.

Todos os idosos atendidos no ABRAÇO são acompanhados por psicólogo, assistente social e também encaminhados para os serviços de saúde. Além disso, recebem assistência jurídica para se protegerem e para que o agressor responda judicialmente. “Fazemos o Boletim de Ocorrência ou enviamos a denúncia para o Ministério Público dar os devidos atendimentos”, explicou a coordenadora do projeto, Maristela Rocha.

O atendimento do Abraço é 24h, por meio de plantão telefônico, no telefone (47) 3363-3020 ou presencial, de segunda a sexta-feira das 13h às 19h, na Secretaria da Pessoa Idosa, situada na Rua 1822 n° 614, entre a 3ª e a 4ª Avenida.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -