Mais de 500 pessoas já receberam novo destino na Casa de Passagem em 2019

462 pessoas ganharam passagem de volta para casa, 19 encontraram seus familiares e 79 conseguiram emprego

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

O balanço semestral na Casa de Passagem revela a dimensão do trabalho realizado pelos profissionais ligados à Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social no resgate de pessoas em situação de rua. Durante o primeiro semestre de 2019, 462 pessoas puderam voltar para casa com passagem de ônibus cedida pela Secretaria, outras 19 conseguiram encontrar seus familiares e retornar à cidade natal e 79 ingressaram no mercado de trabalho.

O acolhimento a essas pessoas é feito de maneira voluntária. Algumas chegam sozinhas à Casa e outras aceitam o convite realizado pela própria Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social que vai às ruas com as equipes da Abordagem Social para identificar e oferecer ajuda a quem precisa. A comunidade precisa evitar a doação de esmola e, se quiser ajudar pessoas em situação de rua, deve ligar para o número 156 e solicitar resgate.

Depois de serem recebidos no local, o destino de cada um varia conforme o contexto em que está inserido. Muitas pessoas ganham passagem de ônibus para retornarem às suas casas, algumas recebem encaminhamento para clínicas de reabilitação onde podem se libertar de vícios em entorpecentes e outras reencontram suas famílias e são levadas por elas. Quem não tem para onde ir, tem a possibilidade de conseguir emprego. “Esse trabalho de ressocialização dessas pessoas tem apresentado resultados fantásticos e ficamos muito felizes em contribuirmos com esses recomeços”, comemora a secretária de Desenvolvimento e Inclusão Social, Christina Barichello.

Não dê esmola. Dê futuro: ligue 156.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -