- PUBLICIDADE -

Definida empresa que fará revisão do projeto de captação de água bruta do Rio Itajaí Mirim

O prazo médio para execução é de 45 dias

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
Definida empresa que fará revisão do projeto de captação de água bruta do Rio Itajaí Mirim
Divulgação

A Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa), homologou na última sexta-feira, 17.maio.2019, a empresa Hidraulica Engenharia Ltda, como vencedora do processo licitatório para elaboração de revisão do Projeto Básico para captação e adução de água bruta do Rio Itajaí Mirim. Agora, a empresa terá cinco dias úteis para assinar o contrato (enviado nesta segunda – 20/05) e posterior início do serviço. O prazo médio para execução é de 45 dias.

O projeto feito em 2007, prevê a captação à montante da barragem de contenção da cunha salina existente no Rio, até a Estação de Tratamento de Água (ETA) da Emasa. De acordo com o diretor técnico, Sérgio Juk, depois de mais de 10 anos é necessário fazer uma atualização de conceitos e valores, por isso, a contratação do reestudo do projeto.

O diretor Geral da Emasa, Douglas Costa Beber, ressalta a importância e preocupação do Município, em ter opções a curto, médio e longo prazo na questão do abastecimento de água em Balneário Camboriú, para avaliar as medidas que serão tomadas. “Já temos o projeto do Parque Inundável, iremos reavaliar esse de captação do Rio Itajaí Mirim e a possibilidade de iniciarmos uma discussão sobre reuso da água e dessalinização da água do mar. Esse é um pedido urgente do prefeito Fabrício Oliveira, para que possamos avançar nesse tema que tanto nos aflige – a água”, completou Douglas.

O Pregão Presencial Nº 20/2019, com tipo de licitação: Menor Preço Global, teve o valor final de R$ 30.950,00. A ata e termo de homologação podem ser conferidos no site da Emasa. Essa licitação teve participação exclusiva de Microempresas (ME) e Empresas de Pequeno Porte (EPP), de acordo com a Lei Complementar Nº 123/2006 e Decreto Municipal Nº 8.981/2018.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Imobiliária de Balneário Camboriú aluga imóvel em até 30 dias ou paga o condomínio

A imobiliária promete alugar o imóvel em até 30 dias, ou pagar o condomínio ao proprietário
- PUBLICIDADE -