Milena Linhares/Divulgação

Os consumidores em débito com a Empresa Municipal de Água e Saneamento de Balneário Camboriú (EMASA) devem procurar a Autarquia para regularizar a situação, até o dia 28 de fevereiro do corrente ano. A partir de março, os valores em aberto até dezembro de 2017 serão cobrados judicialmente. A cobrança via judicial é prevista no Decreto Municipal nº 5.399/09 e está sujeita ao prazo prescricional de 10 anos.

“Para evitar os encargos inerentes ao processo judicial, além do inconveniente de penhora sobre bens, recomendamos que os consumidores procurem o setor de atendimento da Emasa para verificar o valor atualizado da dívida e avaliar a possibilidade de quitação ou parcelamento”, disse a assessora Jurídica, Juliana Giacomini. 

Para regularizar o débito com a Emasa, é necessário procurar o setor de atendimento, que fica na 4ª Avenida, 250, Centro. O pagamento poderá ser à vista com uma fatura específica, ou parcelado em até 18 parcelas, sendo a primeira no valor equivalente a 30% da dívida (via boleto, gerado com vencimento para até quatro dias após a data de solicitação) e o saldo restante, dividido conforme o número de parcelas que o consumidor  desejar (incluídas na fatura mensal).

Dúvidas e informações pelo telefone 0800 643-6272 ou no Whatsapp Comercial da EMASA (47) 3261-0000.

Com cerca de dez itens, os kits serão entregues a todos os alunos da rede.

Posted by Click Camboriú on Monday, February 11, 2019


COMENTE ABAIXO ⬇

resposta(s) publicada(s). (Obs.Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site)