Divulgação

A Administração Municipal, em mais uma ação de inspeção na rede de esgoto, na tarde desta terça-feira (04), identificou poluição na rede pluvial, por meio de uma ligação irregular de esgoto, em frente a um prédio localizado na Rua 1201, entre as Avenidas Brasil e Atlântica.

Depois de receber inúmeras reclamações de moradores que denunciaram um forte odor na rua, a Emasa e as Secretarias de Obras, Meio Ambiente e Saúde estiveram no local e acabaram descobrindo que o problema estava numa ligação inadequada do esgoto na rede pluvial, feita após uma obra de calçada, mal executada, bem em frente ao prédio, de onde moram os reclamantes.

“O prédio fica nas proximidades do Rio Marambaia. Nós identificamos que além de estarem irregulares eles ainda construíram um extravasor, que quando enchia a caixa de inspeção, transbordava e ia direto para Rio Marambaia. Os proprietários não sabiam da irregularidade e já haviam reclamado na prefeitura sobre o forte cheiro. Ainda essa semana voltaremos para verificar o reparo”, disse o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber.

Uma das moradoras do prédio, cuja ligação irregular foi identificada, já havia reclamado do mau cheiro da rua à prefeitura. “Se a comunidade cobra postura da administração ela também tem que se cobrar e fazer a sua parte. As responsabilidades têm que ser divididas”, disse Elisa Horn, surpresa ao perceber que o problema vinha do seu próprio prédio.

Outro prédio na mesma rua foi identificado com o mesmo problema, inclusive com a instalação de um extravasor, e recebeu notificação para se adequar. Os lacres de esgotos irregulares começaram na última sexta-feira (30) e seguem durante toda a semana. Só podem ser lacrados casos em que a edificação tenha recebido multa. Só na região da Bacia do Marambaia cerca de 25 mil imóveis já foram inspecionados pelo Se Liga na Rede.

“Volto a reforçar que o poder público está fazendo sua parte com a vídeo inspeção, notificações e multas, além das ações no rio, mas é preciso que a comunidade também faça a sua parte, ajudando a combater as ligações irregulares na rede”, disse o prefeito Fabricio Oliveira.

Os moradores que tiverem os esgotos lacrados podem procurar a Emasa para se regularizar. A Autarquia Municipal está localizada na 4ª Avenida, nº 250. Dúvidas e informações pelo telefone 0800 643 6272 ou no Whatsapp da EMASA (47) 3261-0000.

Polícia Militar foi até o local onde o rastreador indicava e vítima foi surpreendida ao descobrir que era a casa do colega de trabalho.

Posted by Click Camboriú on Tuesday, December 4, 2018


COMENTE ABAIXO ⬇

resposta(s) publicada(s). (Obs.Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site)