- PUBLICIDADE -

Força-tarefa para organizar fios começa na Avenida Central nesta quarta-feira

Em razão disso, o trânsito ficará com uma pista interditada no trecho em que as equipes estiverem atuando

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

cosip fiação
Divulgação

Nesta quarta-feira (28), a força-tarefa criada para organizar a fiação de telefone, internet e TV a cabo nos postes das principais vias de Balneário Camboriú estará na Avenida Central. Em razão disso, o trânsito ficará com uma pista interditada no trecho em que as equipes estiverem atuando.

O trabalho começa às 8h, na esquina da Central com a 3ª Avenida e Avenida do Estado. Liderada pela Contribuição para Custeio de Serviço de Iluminação Pública (COSIP), a ação reúne empresas de telecomunicação e foi realizada pela primeira vez no fim de 2017, na fiação do Calçadão. Em junho e julho deste ano, a força-tarefa ocorreu nas avenidas Atlântica e Brasil. Na segunda-feira (26), o mutirão começou na Avenida Alvin Bauer. Não tem previsão de término dos trabalhos na Central.

As empresas terão de corrigir fios dos postes de iluminação pública fora de local e eliminar cabos que não estão sendo usados. Além de causarem poluição visual, os cabos e fios instalados de forma desordenada dificultam o trabalho de manutenção da COSIP. Fios emaranhados e soltos também representam risco à segurança da população.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.