- PUBLICIDADE -

Atraso para tirar CNH em Itajaí chega a cinco meses

Os principais motivos para a atraso são poucos equipamentos e profissionais

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

cnh
Imagem ilustrativa

Quem precisa tirar a Carteira Nacional de Habilitação em Itajaí tem que ter paciência. O processo, que levava 60 dias, hoje pode chegar a 5 meses. O responsável pela morosidade é o Detran (Departamento Estadual de Trânsito). Com a modernização dos sistemas, incluindo a implantação da CNH Digital, aliado a um quadro reduzido de funcionários, o departamento não tem conseguido atender as expectativas. Resultado: muita espera e prejuízo para os alunos, que muitas vezes precisam do documento para começar a trabalhar ou viajar, e transtorno também para as autoescolas, que realizam todo o processo legal dentro do prazo, mas não conseguem entregar a habilitação por deficiência no Detran.

Um exemplo do impasse é a realização da prova teórica. Após as aulas na autoescola o aluno deveria realizar a avaliação no Ciretran no dia seguinte, porém, está tendo que aguardar 3 meses. Essa primeira etapa para tirar a CNH era feita em folha de papel, mas com a informatização passou a ser executada no computador. Com a alteração veio a queda no número de provas realizadas, estabelecendo, somente, 12 avaliações por semana, quando seriam necessárias mais do que o dobro de provas realizadas.

Para os empresários do ramo de autoescolas a lentidão no serviço pode ser amenizada: “A Ciretran precisa urgentemente de mais profissionais. Atualmente estagiários realizam atividades que precisam ser ocupadas por efetivos. Além disso, adquirindo novos computadores será possível a realização de um número maior de provas, fazendo fluir essa demanda reprimida de emissão de CNHs em Itajaí”, afirma Fabrício Moreira Paes da autoescola GM.

Além de tudo isso, quem precisa ir ao Ciretran encontra uma estrutura precária, sem espaço, sem adaptação para pessoas com deficiência, além da falta de equipamento e funcionário qualificado. Tantos problemas impactam diretamente na prestação do serviço. O atraso na emissão das carteiras é registrado em várias cidades catarinenses que também enfrentam o mesmo problema. Empresários da região já se reuniram e estiveram no Detran repassando a problemática, mas ainda aguardam reposta e solução para o problema.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.