- PUBLICIDADE -

Alunos de escola municipal de BC criam projeto para captação de água da chuva

Os alunos desenvolveram todo o projeto de captação da água da chuva, sistema de filtragem e a distribuição da água nas torneiras

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

CEM Taquaras Aproveitamento água chuva Ivan Rupp 26 04 2018 22
Divulgação

Os moradores de Taquaras, em Balneário Camboriú, ainda não contam com rede de abastecimento de água. Faz parte da rotina dos moradores da região, consumir água de uma cachoeira e como o líquido parece ser abundante, nem todos os moradores se preocupam em economizar. Foi pensando em uma forma de armazenar e economizar água, que os alunos do 9º ano do CEM Taquaras criaram na escola um projeto de captação da água da chuva.

Na escola já havia uma caixa d´água de 500 litros que não estava sendo utilizada. Os alunos desenvolveram todo o projeto de captação da água da chuva, sistema de filtragem e a distribuição da água nas torneiras, para utilização nas atividades de limpeza da escola, rega da horta escolar e uso na sala de artes. Além disso, fizeram um levantamento na comunidade para saber o número de moradores das residências, se as casas já possuíam algum sistema de reaproveitamento ou captação de água, no que as pessoas costumavam usar água e o tempo médio que gastavam fazendo essas atividades e, por fim, calcular o quanto economizariam guardando água da chuva.

“Chegamos à conclusão de que em uma casa com cinco moradores, se gasta em média 27 mil litros de água por mês. Com o sistema de captação da água da chuva, essa família poderia economizar no mínimo 4%. Já numa família com duas pessoas, o consumo é de cerca de 9 mil litros, e a economia seria de cerca de 12%”, contou o estudante Nycolas Kim.

O sistema de captação da água da chuva foi desenvolvido para a Conferência Infantojuvenil pelo Meio Ambiente, que neste ano teve como tema a Água. Os alunos apresentaram o projeto durante a etapa Regional e se classificaram para a etapa Estadual. “A nossa visão como escola é de que sempre a escola esteja à disposição de soluções para a comunidade, através daquilo que a gente vivencia na nossa realidade enquanto escola. Então nós recebemos o tema, que era a água, e nós fomos em busca da solução de alguma problemática que nós tivéssemos no bairro, mas que a gente já vivesse isso na prática aqui na escola, e pudéssemos estender essa solução pro bairro”, contou a gestora do CEM Taquaras, Saly Amaral.

Além de todo o trabalho desenvolvido pelos alunos, que envolveu diversas disciplinas e a comunidade escolar, outro diferencial é que um dos estudantes, Gabriel Henrique Leodoro, é morador do Quilombola do Morro do Boi. A representação das comunidades indígenas também é esperada na etapa estadual. “Lá na nossa comunidade, também utilizamos água diretamente da cachoeira”, contou.

“A ideia do projeto foi reunir a escola e entre os alunos eles terem essa autonomia de decidir aquilo que eles enxergam que vai ser bom para a comunidade. Em votação a gente achou, que como na escola a gente tem a cisterna e vê o quanto ela ajuda na economia de água, que seria bom compartilhar essa ideia com a comunidade, de consciência ambiental”, completou a supervisora escolar e orientadora do projeto, Mariangela Patto.

Obras da rede de abastecimento de água nas praias agrestes

Após mais de 30 anos de reivindicações dos moradores das praias agrestes, a Administração Municipal, por meio da Empresa Municipal de Água e Saneamento de Balneário Camboriú (EMASA) está executando obras da rede de abastecimento de água. Cerca de 4 mil residências nas Praias de Laranjeiras, Taquaras, Estaleiro e Estaleirinho terão água encanada.

As primeiras praias a receber água encanada serão Laranjeiras e Taquaras, já que as obras nessas localidades devem ficar prontas ainda este mês. Já nas praias do Estaleiro e Estaleirinho, a previsão é que a água encanada chegue em pouco mais de um mês.

“Como a rede de abastecimento de água está chegando aqui, os moradores precisam se conscientizar ainda mais sobre a importância de economizar água. A cisterna com água da chuva também vai auxiliar a eles economizarem na tarifa de água”, finalizou Nycolas.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.