- PUBLICIDADE -

Resgate Social recolheu 12 pessoas durante o primeiro dia da Operação Verão em BC

Todos foram encaminhados à Casa de Passagem do Migrante para os procedimentos de internação em comunidades terapêuticas ou passagens para retornar às cidades de origem

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser em agosto

10 sessões de depilação a laser em uma área pequena! Não vai perder esse presentão, né?
Resgate Social Inclusão Social 1
Divulgação

Para controlar o fluxo migratório e junção de pessoas em situação de rua ou vulnerabilidade social nas principais vias de Balneário Camboriú durante a temporada, o Resgate Social, departamento da Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, iniciou nesta terça-feira (12) a Operação Verão. A ação tem apoio da Guarda Municipal (GM).

Durante a madrugada desta quarta-feira (13), a operação vistoriou os pontos de milho e churros e foram encontrados 12 pessoas em situação de rua. Todos foram encaminhados à Casa de Passagem do Migrante para os procedimentos de internação em comunidades terapêuticas ou passagens para retornar às cidades de origem.

Na terça à tarde, o Resgate Social e a GM também realizaram a operação em semáforos da cidade para impedir que moradores de rua peçam esmola. “É importante lembrar que devido ao processo de mudança da Casa de Passagem, o número 156 ainda não está disponível para receber chamadas. Até a linha ser restabelecida, o Resgate Social atenderá ligações pelo número (47) 98839-7075”, comentou o diretor do Resgate Social, Eder Clemente.

O Resgate Social, além de prestar auxílio e assistência, busca dar novas oportunidades aos cidadãos que, independente do motivo, acabaram indo para as ruas.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -