- PUBLICIDADE -

Prefeitura de Itajaí concede 93 licenças para temporada de verão

Liberação permite a comercialização de produtos em três praias do município

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

Urbanismo concede 93 licenças para temporada de verão edited
Divulgação

A Secretaria Municipal de Urbanismo autorizou 93 pessoas a trabalhar na temporada de verão. A Licença Especial Temporária ainda pode ser obtida na Praça do Cidadão, das 8h às 19h, no piso térreo da Prefeitura de Itajaí. Com a liberação, o vendedor poderá comercializar suas mercadorias nas Praias da Atalaia, Cabeçudas e Brava.

Até o momento, 52 ambulantes optaram para conseguir a liberação para trabalhar na Praia Brava; 23 na Cabeçudas; e 18 na Praia do Atalaia. As únicas proibições são em relação a venda de bebidas alcoólicas e produtos que façam fumaça.

Para a Diretoria de Controle Urbano, da Secretaria Municipal de Urbanismo, a medida garante mais empregos e ajuda a equipe de fiscalização durante a temporada. “Vemos um grande número de pessoas à procura dessa liberação para conseguir trabalhar. É uma forma que encontramos para poder dar oportunidade a quem vende e qualidade e segurança aos moradores e turistas que adquirem os alimentos”, destaca o diretor de Controle Urbano, João Paulo Kowalsky.

A validade da Licença Especial para comércio ambulante na temporada de verão vai até 30 de março.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.