- PUBLICIDADE -

Casa de Passagem do Migrante volta a atender no Bairro Várzea do Ranchinho

O local precisou passar por reformas estruturais e estava atendendo provisoriamente em um espaço na Rua Edgar Linhares, Bairro Nova Esperança

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

Casa de passagem 2
Divulgação

Desde a última sexta-feira (08), os acolhimentos de moradores de rua e pessoas em situação de rua, em Balneário Camboriú, voltaram a ser realizados na BR-101, Km 130 – Bairro Várzea do Ranchinho. O local precisou passar por reformas estruturais e estava atendendo provisoriamente em um espaço na Rua Edgar Linhares, Bairro Nova Esperança. No espaço, foi feita a troca de pisos, consertos hidráulicos e pintura das paredes.

O abrigo possui capacidade para até 30 pessoas, tendo dois dormitórios masculinos, um feminino e um LGBT. Também foram feitas melhorias nos banheiros, que agora podem atender deficientes físicos. Além disso, foi arrumado o refeitório e a cozinha do local.

Segundo o secretário de Desenvolvimento e Inclusão Social, Luiz Maraschin, as primeiras reformas foram na parte interna. “No início do próximo ano o local receberá também melhorias na parte externa. Vamos arrumar o jardim e também organizar a horta, com o apoio do Departamento de Economia Artesanal (DEA)”, comentou.

Os moradores de rua são aqueles que vivem nas ruas há mais de um ano por escolha própria e que perderam todo o vínculo familiar. As pessoas em situação de rua são aquelas que ficaram sem residência em razão de desemprego, corte de vínculo familiar, e/ou dependência química, estando há menos de um ano nas ruas, e também aquelas que viajam de cidade em cidade, sem rumo definido, que ficam no município por poucos dias.

Quem desejar solicitar abrigo na Casa de Passagem é só ir até o local, ou na Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social. Devido à mudança, o Departamento de Resgate Social solicitou a operadora de telefonia, que fosse feita a transferência da linha telefônica 156, por isso o número estará indisponível por uns dias. Nesse período o Resgate Social atenderá apenas pelo telefone (47) 98839-7075.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.