Vigilância Sanitária de BC realizou mais de 22.300 procedimentos no primeiro semestre deste ano

O maior número de procedimentos foram as inspeções sanitárias com 9.006

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

CELSO PEIXOTO / Divulgação

De janeiro a junho, a Vigilância Sanitária de Balneário Camboriú realizou 22.356 procedimentos, dentre vistorias, inspeções, habite-se sanitários, apreensões, interdições dentre outras. O maior número de procedimentos foram as inspeções sanitárias com 9.006; 3.442 vistorias para renovação do alvará sanitário; 2.258 inspeções sanitárias de ambientes livres do tabaco; 1.647 requisições de orientação em vigilância sanitária; 727 ações requisitadas pelo Ministério Público e 343 atendimentos às denúncias.

Dentre as ações realizadas neste primeiro semestre pela Vigilância Sanitária estão o mutirão para emissão e renovação de alvará sanitário para o setor de alimentação, que em uma semana vistoriou 203 comércios, zerando o acúmulo desse tipo de solicitação. Além disso, vistoriou todos os quiosques de churros e milho e os comércios da Avenida Atlântica, inclusive com equipe noturna, para que bares e casas noturnas também pudessem ser verificados. Também iniciou a fiscalização dos estabelecimentos comerciais da Avenida Brasil.

O trabalho da Vigilância visa garantir a segurança e a saúde da população. A visita nos estabelecimentos é de forma espontânea com enfoque orientador e educativo, a fim de eliminar, diminuir ou prevenir possíveis riscos à saúde. Os fiscais verificam se estes locais estão com os alvarás em dia, se as recomendações de higiene e limpeza estão sendo cumpridas, dão orientações e, em caso de irregularidades, notificam o proprietário.

“Pedimos que os responsáveis por ambientes passíveis de fiscalização recebam bem o fiscal, pois nosso trabalho também contribui com o estabelecimento, que estando regular conquista a confiança do público. Também esclarecemos dúvidas e damos orientações. Pedimos também que os consumidores se certifiquem se o alvará está em dia e em local visível ao público. Caso contrário podem nos acionar”, disse a diretora da Vigilância Sanitária, Jeanine Gamborgi Ramos..

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -