- PUBLICIDADE -

Vigilância Sanitária realiza análise mensal da água da rede em Camboriú

São coletadas amostras em 18 pontos da cidade para manter o controle da qualidade da água entregue à população

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Camboriú Play recebe o youtuber Natan Por Aí nesta sexta-feira, 12

O podcast acontece ao vivo às 13h30, pelo canal do Camboriú Play no YouTube
Vigilância Sanitária realiza análise mensal da água da rede em Camboriú
Divulgação

A Vigilância Sanitária de Camboriú passou a coletar amostras da água que abastece a rede de Camboriú, em 18 pontos estratégicos, com o objetivo de manter um controle da qualidade da água que é entregue à população. Os testes são realizados mensalmente e contabilizam aspectos microbiológicos, como a presença de bactérias; organolépticos, que são as características como cor e sabor; e físico-químicos, que avaliam fatores como alcalinidade, PH e cloretos presentes.

Segundo o biólogo responsável pela coleta, André Luiz da Silva Mota e Silva, as amostras são retiradas antes de a água chegar à caixa d’água. “A análise dessa maneira permite isolar o local da contaminação, caso exista. Muitas vezes a água chega potável à residência, mas é contaminada na caixa d’água, por falta de manutenção e limpeza”, explica.

Josiane Farias, diretora da Vigilância em Saúde, explica que a Vigilância Sanitária de Camboriú disponibiliza gratuitamente a substância Hipoclorito de Sódio, que serve para purificar a água para consumo humano. “Quem tem poço, cisternas ou outros reservatórios de água para consumo, pode retirar o hipoclorito na vigilância e garantir a potabilidade. Recomenda-se colocar duas a quatro gotas para cada litro de água”, esclarece.

Em Camboriú, a água que chega à população é distribuída pela empresa Águas de Camboriú e tratada em Balneário Camboriú, pela Emasa (Empresa Municipal de Água e Saneamento). De acordo com Josiane Farias, a análise periódica também permite ao Município manter um controle da qualidade desses serviços prestados. A última coleta foi feita no dia 30 de maio, pelo biólogo André Luiz com o apoio da fiscal Rosinéia Catarina. A próxima análise já está marcada para o dia 27 de junho.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -