Gestantes beneficiárias do Programa Bolsa Família recebem repelentes

Em Balneário Camboriú os repelentes estão sendo entregues na casa das gestantes pelas assistentes sociais do Cadastro Único

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Celso Peixoto / PMBC

Para prevenir as doenças relacionadas ao mosquito Aedes aegypti, como Zika, Dengue, Chikungunya e Febre Amarela, a Prefeitura de Balneário Camboriú, por meio da Secretaria de Inclusão Social, iniciou nesta semana a entrega de repelentes para as gestantes beneficiárias do Programa Bolsa Família. O produto foi enviado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), que distribuirá em todo o país 15,9 milhões de frascos de repelentes. A entrega será feita em sete lotes e o último será entregue em dezembro.

No município, os repelentes estão sendo entregues na casa das gestantes pelas assistentes sociais do Cadastro Único (CADUNICO). A dona de casa, Milene Tâmara, de 28 anos, que está grávida de sete meses, recebeu dois frascos.

Segundo a coordenadora do CADUNICO, o benefício do repelente é gratuito e exclusivo para mulheres grávidas beneficiárias do programa de transferência de renda (Bolsa Família). “O produto não contempla as demais camadas sociais, pois o foco dessa ação é reduzir o número de casos de microcefalia”, comentou.

Dados do MDSA informam que em 2015 e 2016 foram notificados 10,2 mil casos de crianças nascidas com alterações no crescimento e desenvolvimento relacionados à infecção do Zika vírus no Brasil, sendo 2,2 mil confirmados. Neste período, foram concedidos 1,9 mil Benefícios de Prestação Continuada (BPC) para pessoas com Microcefalia.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -