Saiba como solicitar credencial de estacionamento para idoso e deficiente em Camboriú

Documento é gratuito e pode ser feito na sede do Demutran, anexo à Delegacia da Polícia Civil, no bairro Monte Alegre

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

Divulgação

O Departamento Municipal de Trânsito de Camboriú (Demutran) emite, desde 2010, a credencial de estacionamento para idosos e deficientes físicos que residem na cidade. Os cidadãos que têm direito à credencial devem requerer o documento, que é emitido gratuitamente, na sede do Demutran, localizada na Rua Lauro Francisco dos Santos, nº 1092, no bairro Monte Alegre, anexo à Delegacia da Polícia Civil, com horário de atendimento de segunda a sexta-feira, das 12 às 18 horas.

O chefe do Demutran, Jair Grings, explica que com a credencial os veículos que transportam idosos, acima de 60 anos, ou pessoas com alguma deficiência física ou que tenham alguma dificuldade de locomoção, podem utilizar as vagas de estacionamento exclusivas, em locais privados ou públicos. “Com a criação do Demutran, em 2010, começamos a oferecer à comunidade camboriuense esse serviço. A autorização é regulamentada pelas resoluções nº 303 e 304 de 2008, do Conselho Nacional de Trânsito. O documento é válido em todo o Território Nacional e deve ser colocado no painel do veículo, em local visível”, explica.

Para fazer a credencial do idoso (mais de 60 anos) é necessário apenas levar o documento de identidade original e comprovante de residência. A carteirinha não tem data de validade, mas só pode ser utilizado quando o idoso estiver no veículo. Já para deficientes físicos ou para deficientes de mobilidade temporária (grávidas, pessoas acidentadas), é necessário apresentar além dos documentos de identidade e comprovante de residência, um laudo médico, pois essa credencial tem prazo de validade.
“Alguém que tenha fraturado a perna, por exemplo, pode solicitar a credencial mediante apresentação do laudo médico que vai determinar quanto tempo essa pessoa vai precisar utilizar o serviço’, esclarece Jair.

Desde o início deste trabalho, o Demutran de Camboriú já expediu mais de 600 credenciais de idosos e cerca de 100 para deficientes. Já o número de multas aplicadas em veículos que estacionam nas vagas exclusivas sem a credencial passou de 200 em 2016 e já está em mais de 80 em 2017. A multa para este tipo de infração é considerada grave, gera 5 pontos na Carteira de Habilitação e multa no valor de R$127,79. “É importante que as pessoas que realmente precisam dessas vagas façam a credencial e utilizem o serviço, mas também é preciso consciência da população para respeitar as leis de trânsito”, conclui Jair.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -