- PUBLICIDADE -

Rio das Ostras recebe nova limpeza

Após 15 dias a prefeitura retornou ao Rio para fazer nova limpeza e retirada do lixo, jogado pela comunidade

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser em agosto

10 sessões de depilação a laser em uma área pequena! Não vai perder esse presentão, né?
LIMPEZA RIO DAS OSTRAS SECRETARIA DE OBRAS 2
Divulgação

O Rio das Ostras é um dos afluentes do Rio Camboriú e corta os bairros da Barra, São Judas Tadeu, até o Nova Esperança. Ele foi limpo, na sua totalidade, no mês de janeiro, quando a Secretaria de Obras retirou do seu interior, mais de cinco caminhões carregados de móveis velhos, geladeiras, fogões, colchões, garrafas, plásticos, latinhas, pneus e até uma casinha de cachorro.

Após 15 dias de intervalo a prefeitura retornou ao Rio das Ostras para fazer nova limpeza das margens e retirada do lixo, jogado pela comunidade, nos leitos e dentro do rio. A ação visa aumentar o fluxo das águas. “O serviço reiniciou esta semana com uma bateira, auxiliando no trabalho que é de enorme importância para manter a região livre dos alagamentos a cada enxurrada”, explica o encarregado Natalício Germano, que acompanha de perto os serviços.

A limpeza recomeçou pela área de mangue, na ponte do Bairro da Barra e vai até o Loteamento Dona Lili, seguindo até o fim do bairro São Judas. “A limpeza na área de mangue é mais difícil, porque tem trechos que não temos como seguir com a bateira. Os funcionários têm que ir a pé, muitas vezes, carregando geladeira, sofás e outros objetos pesados. Logo no início encontramos dentro do rio uma cabana inteira. A população não colabora e permanece jogando objetos nos leitos dos rios”, lamenta ele.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -