- PUBLICIDADE -

Força tarefa para conter invasões irregulares em Balneário Camboriú continua

A força tarefa voltou ao Jardim Fortaleza no Bairro São Judas e percorreu as Praias Agrestes

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

FORÇA TAREFA
Divulgação

A manhã desta quinta-feira (09) foi marcada por mais uma ação para conter o avanço de ocupações irregulares em Balneário Camboriú. A força tarefa, composta por diversos órgãos públicos, voltou ao Jardim Fortaleza no Bairro São Judas e percorreu as Praias Agrestes.

A equipe iniciou a operação no Jardim Fortaleza, onde não foi identificado novas construções. Foi feito um embargo emitido pela fiscalização do Meio Ambiente, na Rua do Brejo, por movimentação irregular de terra, supressão da vegetação e construção sem autorização dos órgãos competentes, sendo notificado e intimado o responsável. Ainda no Jardim Fortaleza, a Defesa Civil iniciou o cadastramento de casas em situação de risco.

O Planejamento, o Cuida, a Secretaria de Obras e a Guarda Municipal e Ambiental seguiram para as Praias Agrestes para verificar uma denúncia de construção irregular, onde emitiram duas notificações e um embargo. A equipe de Fiscalização Ambiental, emitiu intimação para retirada de materiais de construção, no final da Rua Mangueira, na Praia de Taquaras. O responsável tem o prazo de 15 dias para apresentar os devidos alvarás e a tipografia da área, a fim de certificar se o imóvel não está construído sobre a Rua. Também na morraria no final da Rua Mangueira, foi emitido pela Fiscalização de Obras, um embargo para uma casa construída em área de preservação permanente.

Na praia do Estaleiro, a equipe esteve em uma área de invasão e constatou a supressão da vegetação com cortes de árvores e outras irregularidades, sem nenhum responsável no local. A fiscalização nestas áreas, será intensificada, conforme adianta o diretor de Fiscalização de Obras, Planejamento e Posturas, Laurindo Ramos. Ainda de acordo com ele, a equipe da força tarefa também visitou a comunidade Quilombola, no Morro do Boi, onde foi identificada uma obra já em estado de embargo.

O Secretário de Segurança, Gabriel Castanheira, destaca que as fiscalizações estão ocorrendo constantemente e que algumas pessoas já estão fazendo denúncias anônimas, sobre possíveis focos de novas invasões. As denúncias podem ser feitas para Guarda Municipal e Ambiental, através do telefone 153.

Na última quinta-feira (2),a força tarefa realizou uma ação para a remoção de 12 construções irregulares no loteamento Fortaleza, no Bairro São Judas. A ação faz parte da determinação imediata do prefeito Fabrício Oliveira, para contar o aumento das ocupações irregulares no município, que hoje já são 36 focos, sendo que a maioria estão nas encostas de morros, beira de rios e Áreas de Preservação Ambiental (APP).


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.