- PUBLICIDADE -

Programa de fiscalização das ligações irregulares de esgoto vistoria mais de 780 imóveis, em BC

A primeira etapa do programa compreende a realização de inspeções prediais em 13.118 unidades

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Curso de Gastronomia da UniAvan é reconhecido com conceito 5

Infraestrutura moderna, formação dos professores e possibilidades de estágios internacionais são alguns dos diferenciais destacados

Divulgação
Divulgação

O Programa “Se Liga na Rede BC”, instituído neste ano pela Prefeitura de Balneário Camboriú, por meio da Empresa Municipal de Água e Saneamento de Balneário Camboriú (EMASA) vistoriou até o momento aproximadamente 780 imóveis.

O programa foi desenvolvido na Diretoria Técnica em conjunto com as fiscais sanitaristas do quadro efetivo de servidores e apoio da equipe de engenharia da Emasa e tem por objetivo realizar ações contínuas de fiscalização das ligações irregulares de esgoto.

A primeira etapa do programa compreende a realização de inspeções prediais em 13.118 unidades, com aplicação de corante alimentício nas instalações dos imóveis, teste de fumaça nas redes de esgoto e/ou televisionamento. Os procedimentos incluem a visita de uma equipe de inspeção para vistoria inicial, notificação ao proprietário no caso de irregularidades, uma nova visita para verificar a adequação das ligações, bem como autuação, se necessário.

De acordo com o diretor geral da Emasa, engenheiro André Ritzmann, “os trabalhos são realizados por Distrito Sanitário. No Distrito Sanitário 559, que compreende o Bairro das Nações, até o momento, do total de 788 imóveis inspecionados, 483 estão com ligação adequada. Dos imóveis vistoriados considerados como não adequados, 26 não estão conectados à rede de esgoto, dois parcialmente conectados à rede de esgoto, nove com esgoto sanitário conectado à rede pluvial e 55 imóveis com água pluvial conectada à rede de esgoto. A maior parte das irregularidades são de inexistências ou inadequações na caixa de gordura”.

De acordo com a diretora técnica Kelli Cristina Dacol, “apesar de serem mais graves as irregularidades do tipo água pluvial ligada à rede de esgoto e esgoto ligado na rede pluvial, todas as irregularidades prejudicam o bom funcionamento do sistema de coleta de esgoto. As redes de esgoto são dimensionadas para receber esgoto, e se recebem água pluvial, há uma sobrecarga no sistema. As irregularidades de caixa de gordura contribuem para a obstrução das redes de esgoto”.

A EMASA realiza ações de fiscalização e manutenção do sistema, mas é importante que os proprietários dos imóveis notificados readequem suas instalações prediais, para contribuir com o melhor funcionamento do sistema e a salubridade ambiental.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.