O médico oncologista Giuliano S. Borges e o biólogo Bruno Gern, do Centro de Novos Tratamentos Itajaí, participam nesta semana de um evento em Lima, no Peru, que vai discutir um novo tratamento para pacientes com câncer de pulmão. Desta vez, para pessoas com diagnóstico de um tipo de câncer mais agressivo, o de pequenas células, que até então tem tratamento restrito a quimioterapia e radioterapia.

Este tipo de câncer atinge de 10 a 20% das pessoas com câncer de pulmão e é mais comum em fumantes. Este mesmo medicamento que será discutido no evento, que reunirá médicos da América Latina, já apresentou resultados positivos em pacientes com melanoma e câncer de pulmão do tipo não pequenas células, do tipo escamoso, o segundo mais comum e com tratamento até então limitado a quimioterapia. A imunoterapia apresenta menos efeitos colaterais e resultados positivos, pois estimula organismo a atacar as células cancerígenas. A expectativa é que este novo tratamento seja oferecido a partir de abril, no Centro de Novos Tratamentos Itajaí


COMENTE ABAIXO ⬇