- PUBLICIDADE -

Famílias de Balneário Camboriú rejeitam Plano Municipal de Educação

Plano Municipal de Educação foi apresentado em Audiência Pública na Câmara de Vereadores

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser em agosto

10 sessões de depilação a laser em uma área pequena! Não vai perder esse presentão, né?
(Ariel Silva)
(Ariel Silva)

Para discutir e apresentar a comunidade o Plano Municipal de Educação de Balneário Camboriú, a Câmara de Vereadores realizou uma audiência pública na noite desta quinta-feira (20). O PME é um instrumento que deve orientar o Executivo para o planejamento do sistema de educação no município nos próximos 10 anos. Educadores, especialistas da área, líderes religiosos, comunidade, além dos vereadores, lotaram o plenário do legislativo.

Célia Diva Renck Hoefelmann, mestre em Educação, falou sobre a importância da educação para todos. Em seguida a diretora de Ensino Fundamental da Secretaria de Educação, Sirlei Soares, apresentou o plano e as 20 metas e elencou alguns aspectos que ela acredita que devem fazer parte do PME. “Algumas metas e estratégias tiveram maior repercussão e discussão porque os assuntos eram mais desafiadores como foi o caso da Educação Especial e da Gestão Democrática, mas o mais importante disso tudo foi o debate e o respeito à opinião do outro”, disse.

Um dos assuntos mais polêmicos da audiência foi a questão que envolve “gênero” e “ideologia de gênero”. Embora o PME de Balneário Camboriú aborde apenas o gênero (sexo masculino e feminino), líderes religiosos entenderam que a “ideologia de gênero”, que defende a ideia de que não existe apenas a mulher e o homem, mas que existem também “outros gêneros”, seria aplicada nas escolas.

O Padre Pedro Carlos Daboit, defendeu que a educação sexual das crianças é dever dos pais e deve ser tratada . “A escola deve tratar de outras questões e os educadores transmitir apenas conhecimento”, disse.

Os vereadores também se manifestaram e informaram que protocolaram emendas ao Projeto de Lei 78/2015, que tramita na Câmara e institui o Plano Municipal de Educação no município. Tanto a matéria, quanto as emendas estão sendo analisadas pelos parlamentares e segundo o presidente da Casa, vereador Nilson Probst (PMDB), devem ser apreciadas em plenário nas próximas semanas.


COMENTE ABAIXO ⬇

Telegram: participe do canal do Click Camboriú

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de Balneário Camboriú e região em seu e-mail.

⚠ Confirme na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Como a cannabis medicinal tem ajudado famosos e não famosos

A Huniq, empresa de cannabis medicinal instalada em Itajaí, é responsável pelo tratamento das quatro histórias apresentadas nessa reportagem
- PUBLICIDADE -