- PUBLICIDADE -

Professor denuncia professora por discriminação racial

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Desenvolva as suas habilidades e competências de Liderança

Programas de MBA e Masters da Tear Escola de Negócios englobam participantes com ou sem graduação e é semipresencial com duração de 12 meses

Rodrigo registrou um boletim de ocorrência e afirma que não seria somente esta professora que o discriminava na escola Clotilde. Foto: Inalda do Carmo
Rodrigo registrou um boletim de ocorrência e afirma que não seria somente esta professora que o discriminava na escola Clotilde. Foto: Inalda do Carmo

Os vereadores Josué Pereira e Alexsander Alves Ribeiro, o Canídia, da Comissão de educação, receberam na câmara  na tarde desta sexta feira (07), o professor  de História Carlos Rodrigo Martins Dias  que denunciou ter sofrido discriminação racial por parte de uma professora na escola municipal Clotilde Ramos Chaves.

O professor Rodrigo, como é conhecido no meio escolar,  acompanhado dos representantes do Conselho Estadual das Populações Afrodescendentes de Santa Catarina , José Ribeiro e Jane Márcia, relatou que  uma professora,  entre outras acusações, teria dito frases tipo “Eu me irrito muito com sua presença”; “Eu já tentei tolerar mas não consigo”;  “Sua cultura é muito diferente da minha”, entre outras.

Rodrigo registrou um boletim de ocorrência e afirma que não seria somente esta professora que o discriminava na escola Clotilde. Após o ocorrido Carlos Rodrigo foi cedido para a escola Anita Ganancini. O Conselho Estadual já teria feito a denuncia  ao Ministério Público também.

Na câmara, o professor assim como os representantes do Conselho vieram em busca de apoio do legislativo em promover mais políticas públicas de promoção da igualdade racial pra que casos como este não sejam mais registrados no município de Camboriú.

O vereador Josué Pereira, presidente da Comissão de Educação, já adiantou que serão feitos alguns Requerimentos pedindo a promoção dessas políticas na cidade. Fará uma pedido também para criar uma semana de campanhas voltada sobre o conhecimento racial nas escolas entre outras ações.

“Essa situação é inadmissível e vamos com certeza banir o racismo da cidade de Camboriú”, declarou o vereador Canídia diz que repudia qualquer tipo de preconceito racial ou qualquer outra motivação.

“O preconceito é inadmissível e neste caso especifico apoiaremos a apuração dos fatos para que seja ouvida também a outra parte. Quero deixar bem claro também que apoio a criação da Semana de Conscientização, debates  e ações sobre tema porque não podemos mais admitir preconceito seja ele como for” finaliza Canídia.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Dia das Mães: Maislaser vai presentear 100 pessoas com 10 sessões de depilação a laser

Ganham as 100 primeiras pessoas que ligarem para (47) 3011-0611 ou 3011-0211, ou entrarem em contato pelo WhatsApp 047 99273-2191
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.