Após 12 anos, Cooperfoz pode ser declarada de utilidade pública

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

cooperfoz
Divulgação

O projeto de autoria do Vereador Márcio José Gonçalves (Dedé) vai ser votado na sessão de hoje (17), na Câmara de Vereadores de Itajaí. Se for aprovado, torna de utilidade pública, a Cooperfoz – Cooperativa de trabalho dos catadores de material reciclável da Foz do Rio Itajaí.

O certificado de utilidade pública confere à entidade, o reconhecimento de idoneidade pelos serviços prestados à sociedade.

Fundada em 2001, a cooperfoz gera emprego e renda aos coletores de materiais recicláveis, além de contribuir com o meio ambiente e com a qualidade de vida das pessoas.

A população de Itajaí produz cerca de 5 mil toneladas de lixo por mês, deste total, aproximadamente 276 toneladas são de materiais recicláveis. O trabalho desenvolvido pela cooperativa ameniza os impactos ambientais. Na Cooperfoz, os cooperados fazem a triagem de papel, plástico, vidro e metal, passam pela prensa  e depois vendem o material reciclável para ser reutilizado.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -