Fim do Decreto 1.357 é bem recebido pela CDL e Sincomércio de Balneário Camboriú

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

A decisão do governador Raimundo Colombo em revogar o Decreto 1.357, que instituiu o diferencial de alíquotas para produtos comprados pelos empresários fora do território catarinense (Difa), agradou a direção da Câmara de Dirigentes Lojistas de Balneário Camboriú (CDL) e do Sindicato do Comércio Varejista (Sincomércio).

De acordo com o presidente da CDL, José Roberto Cruz, o Beto, a decisão do governador é mais uma vitória da mobilização da sociedade. A CDL e o Sincomércio participaram da mobilização, no sentido de pressionar o governo para revogasse o decreto. “Isso prova que a sociedade pode alcançar resultados quando mobilizada”, acrescenta Beto Cruz.

O anuncio da revogação do decreto foi feita em Blumenau durante a abertura da 45ª Convenção Estadual do Comércio Lojista. Colombo lembrou que o país vive uma “guerra fiscal” entre estados, mas que a tentativa do Governo Federal de unificar as alíquotas do ICMS em 4% não está dando resultado porque já foram feitas modificações que beneficiam o Nordeste e outros estados ou regiões.

“Como não vejo perspectiva de a unificação ocorrer, anuncia o cancelamento do decreto 1.357”, disse Raimundo Colombo. “A vitória foi da pressão sobre o governo e parlamentares”, finaliza o presidente do Sincomércio, Helio Dagnoni.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -