CDL de BC lança solução para backup de Notas Fiscais Eletrônicas

Publicado em

- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Balneário Camboriú aderiu ao programa de solução para o armazenamento de Notas Fiscais Eletrônicas. As lojas associadas poderão armazenar, visualizar e validar suas notas fiscais eletrônicas emitidas e recebidas em dois backups, evitando assim a perda dos arquivos. O secretário executivo da CDL, Helder Vieira, lembra que é responsabilidade do lojista e não do contador armazenar a nota fiscal eletrônica.

Toda a empresa que emite ou recebe NFe (Notas fiscais eletrônicas) deve armazenar os documentos pelo prazo legal de cinco anos, da mesma forma como já era obrigada a fazer com os antigos blocos de notas fiscais. A diferença é que, ao invés de guardar o papel, o que deve ser armazenado é o arquivo eletrônico da NFe, o chamado XML, de acordo com a Lei 10.297, de 26 de dezembro de 1996.

A lei também prevê multa de R$ 1 mil por documento não encontrado quando solicitado por auditor fiscal. Segundo Helder, o sistema XLM evita problemas em caso de avaria de equipamento, exclusão de arquivo por engano ou até mesmo de furto do equipamento na empresa.

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- Publicidade -

VEJA TAMBÉM

- Publicidade -