- PUBLICIDADE -

JICA apresenta Plano Diretor para controle de enchentes

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan oferta atendimento psicológico a profissionais da ONG Viva Bicho

A ação é realizada pelos acadêmicos dos anos finais do curso de Psicologia e visa o bem-estar das pessoas que trabalham diariamente com os animais

jicaNesta quinta-feira, 22, estiveram reunidos do Auditório da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Itajaí – SDR, os representantes do Projeto JICA/Brasil (Agência Japonesa de Cooperação Internacional) Minoru Ouchi, Takeo Saito e Ichiro Sato, com o objetivo de apresentar o Plano Diretor de Prevenção de Desastres na Bacia do Rio Itajaí. Participaram do encontro, o secretário Estadual da Defesa Civil no Estado de Santa Catarina, Geraldo Althoff, o secretário de Estado do Desenvolvimento Regional de Itajaí, Fabrício de Oliveira, o deputado Estadual Jean Kuhlmann, os prefeitos municipais Jandir Bellini (Itajaí) e Roberto Carlos de Souza (Navegantes) e ainda representantes e integrantes da Defesa Civil, Famai, Semasa, entre outros órgãos.

O Plano Diretor do JICA, também conhecido por “mitigação” das enchentes, foi formulado para prováveis enchentes de ocorrência de 1 vez a cada 50 anos. De acordo com os representantes do JICA, o estudo abordou e encontrou necessidades extremas quanto a investimentos para diversas medidas de prevenção, elevando propostas de segurança ao longo dos anos.

O projeto final contemplou um estudo da implementação com prazo mínimo de 10 anos e adotadas as medidas de contenção na bacia, reduzindo a vazão que escoa ao rio, priorizando o plano de fortalecimento do sistema de previsão e alerta de enchentes incluindo no relatório: ocupação de solos na planície aluvial das margens do Rio Itajaí Açu e Rio Itajaí Mirim próximo a rodovia BR-101; implementação das medidas de contenção de água da chuva nas arrozeiras e contenção na bacia (construção de pequenas barragens); obras de alteamento de 2 metros de cada das barragens Sul (Ituporanga) e Oeste (Taió); modificação de funcionamento das barragens da CELESC; controle de enchentes com a instalação de 2 comportas no Rio Itajaí Mirim no município de Itajaí; plano de fortalecimento do sistema de previsão e alerta de cheias e escorregamentos para evitar perda de vida humana; construção de diques em Rio do Sul, Taió, Timbó, Blumenau e Ilhota para escoamento das águas até o Oceano; construção de canal extravasor no município de Navegantes, construção de nova barragem em Brusque e Itajaí com capacidade de contenção de 15,7 milhões de metros cúbicos.

Para a implementação das medidas de forma eficiente, o governo do Estado irá realizar as medições de índices pluviométricos, nível de água e levantamentos necessários periodicamente através das instituições e ainda a realização da manutenção adequada das instalações hidráulicas e estações de observação elaborando, executando o plano de manutenção incluindo recursos financeiros no Plano Orçamentário do Estado.

Apresentado o relatório, com o objetivo de colher mais informações a respeito das necessidades dos municípios da região, o próximo encontro será debatido com os membros do Comitê da Bacia do Rio Itajaí em data ainda a ser divulgada.


COMENTE ABAIXO ⬇

Receba as notícias do Click Camboriú pelo Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Clínica de odontologia da UniAvan oferece atendimento para cirurgias dentárias

Os procedimentos gratuitos serão direcionados a cirurgias de extração de dentes, remoção de freio, raiz quebrada, tratamento de lesões na boca, dentre outros
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.