- PUBLICIDADE -

Novas ocorrências devido às chuvas são registradas

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Trader Jader Nogueira exibe ganhos milionários e contraria matéria do Fantástico

Publicação na rede social do influenciador viralizou e pessoas se identificaram

penha
Foto: Defesa Civil de Penha

O Departamento Estadual de Defesa Civil (DEDC) registrou nesta segunda-feira (07), novas ocorrências devido às chuvas em Santa Catarina. Os municípios de Nova Veneza, Vargem, Pomerode, Penha e Morro Grande comunicaram prejuízos por causa das enxurradas.

Em Penha, as chuvas começaram na noite de domingo e se estenderam até a madrugada de segunda-feira. O grande volume e a maré alta provocaram alagamentos em mais de 800 casas no município, praticamente todos os bairros foram afetados, segundo a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil. Em diversos pontos a água chegou a 1 metro de altura e 229 pessoas ficaram desalojadas e encaminhadas para casa de parentes e amigos. Ainda na cidade, diversas ruas ficaram danificadas. Os estragos estão sendo contabilizados pelo município. No total, foram 1.163 pessoas afetadas.

Nova Veneza, na região Sul, registrou grandes prejuízos na área rural do município. Foram atingidas mais de 30 famílias e muitos estragos na produção de arroz e de frango. Pontes e estradas também foram bastante danificadas, segundo informações preliminares do município. O Departamento Estadual de Defesa Civil encaminhou alimentos e materiais para a comunidade atingida: kits de limpeza, leite em pó, achocolatado, barra de cereais, caixas de suco, biscoitos doces e salgados. Criciúma, município vizinho, também encaminhou 30 cestas básicas.

O município de Vargem, no Meio-Oeste, também comunicou prejuízos por causa das chuvas. A enxurrada afetou 20 pessoas e quatro casas foram danificadas.

Em Pomerode, a chuva atingiu tanto a área urbana como rural do município. O sistema de transporte e o abastecimento de água ficaram prejudicados. As chuvas ocorrem no município desde o dia 21 de janeiro. Foram 184 desalojadas, 5.640 afetadas e 93 residências danificadas.

Morro Grande, no sul do Estado, as fortes chuvas causaram o transbordamento dos rios Manoel Alves, Rio Pilão, Pingador e rio do Meio. Ficaram desalojadas 36 pessoas e 1.900 foram afetadas. Oito residências e outras 39 edificações entre públicas, comunitárias e particulares foram danificadas ou destruídas.

Previsão
O alerta de mais chuvas permanece nessa semana. De acordo com o Ciram/Epagri, a semana será abafada, úmida e com chuva frequente no Estado, devido à influência de um sistema de baixa pressão e uma frente fria que chega nesta quinta-feira (10). Não se descarta o risco de chuva forte e temporal isolado com rajadas intensas de vento e granizo. Nos próximos dias há condições de alagamentos e deslizamentos em áreas de encosta, devido aos maiores volumes de chuva previstos (entre 30 e 50mm em 24h, podendo ser superado em algumas localidades) e a vulnerabilidade do solo, especialmente no Planalto (Serra) e Litoral.


COMENTE ABAIXO ⬇

Fique bem informado com as notícias do Click Camboriú através do Telegram

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

UniAvan promove plantão de matrículas neste sábado com desconto exclusivo

Novos alunos ganharão desconto de 20% na primeira mensalidade de cursos presenciais; Quem optar por graduação EAD começa a pagar só em julho de 2021
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.