- PUBLICIDADE -

Mercadorias irregulares são fiscalizadas em Itajaí

Publicado em

- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Comece bem o verão com marmitas caseiras da Light Food BC

Por sua qualidade de vida e saúde, nos dias quentes mantenha uma alimentação saudável com as marmitas da Personal Chef Fit Kris Borba

2010 12 22 01 17 3e0b5a592aA Secretaria Municipal de Urbanismo já está com escalas definidas neste verão para fiscalizar a venda de mercadorias irregulares em Itajaí. Os principais pontos são a orla marítima, e a área central, na Hercílio Luz e na Praça Vidal Ramos, um dos primeiros destinos dos turistas que chegam nos navios de cruzeiro.

Conforme o diretor e fiscal do SMU, a ação conjunta da Polícia, Codetran e corpo de fiscalização tem como objetivo apoiar o comerciante do município que paga seus impostos em dia e apresenta um produto de qualidade e com garantia aos consumidores.

A última apreensão ocorreu na semana passada no centro da cidade. Nove vendedores ambulantes comercializavam no momento da abordagem óculos de sol falsificados. Mais de mil unidades foram encontradas, além de chapéus, chinelos e carteiras sem nota fiscal.

A cada semana uma operação especial está sendo feita. Na orla marítima a preocupação é com os alvarás e a data de validade dos alimentos. Na Praça Vidal Ramos a preocupação é com os ambulantes que abordam os turistas que descem dos navios os impedindo de fazer suas compras nas lojas do comércio.

As fiscalizações seguem durante todo o ano, porém são intensificadas na temporada de verão, quando o fluxo de turistas é maior.


COMENTE ABAIXO ⬇

✉ NEWSLETTER

Receba notícias de BC, Camboriú e Itajaí todos os dias em seu e-mail.

Confirme seu cadastro na próxima tela e ative o cadastro em seu e-mail.
- PUBLICIDADE -

VEJA TAMBÉM

Mesmo com a pandemia, coleta para reciclagem aumentou 31% neste ano

Ainda em 2019, a coleta de recicláveis deu um salto em BC em decorrência da implantação de novas políticas públicas
- PUBLICIDADE -
Enviar mensagem
Envie seu conteúdo
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Click Camboriú.